Últimas Notícias

Empréstimo consignado pode ser alternativa para enfrentar crise 

Empréstimo consignado pode ser alternativa para enfrentar crise 

Em tempos de isolamento social, causado pela pandemia do novo coronavírus, muitas vezes o orçamento mensal das famílias brasileiras pode ficar comprometido. Afinal, diversos tipos de serviços e setores da economia tiveram que se adaptar ao novo formato de interação social e nem sempre o resultado é o que traz mais benefícios ao bolso do consumidor. Justamente por isso, algumas pessoas acabam recorrendo a certos tipos de empréstimos.

Uma categoria muito comum é o consignado, que nada mais é que uma das maneiras de se obter crédito prevista pelo Banco Central. Neste modelo a forma de pagamento da pessoa que pegou o crédito é realizada por meio de uma parte do seu salário ou do seu benefício. Ou seja, esse é um tipo de crédito oferecido pelas instituições financeiras que desconta diretamente do salário ou benefício.

O empréstimo consignado se destaca entre o público por oferecer a taxa de juros mais barata em relação aos outros créditos do mercado. Isso ocorre porque, nesse caso, há uma garantia de pagamento maior que nos outros tipos. Em linhas gerais, como o pagamento já é efetuado todo mês descontado diretamente do salário ou benefício da pessoa que obteve o empréstimo, antes mesmo desta pegar ou receber seu salário, essa segurança no recebimento faz com que os bancos e instituições financeiras apresentem taxas de juros baixas.

Possivelmente, o medo de ter quase todo o salário descontado neste modelo de crédito acaba desestimulando muitos que precisam. Porém, existe um limite de desconto. De acordo com o Banco Central do Brasil, a parcela máxima descontada do trabalhador ou do beneficiário em hipótese alguma pode ultrapassar 35% do salário ou benefício. Nesse grupo, 30% pode ser feito na modalidade empréstimo e 5% na modalidade cartão de crédito consignado.

Dessa maneira, é importante dizer que você pode fazer mais de um empréstimo ao mesmo tempo. Mas não se esqueça que o limite, não pode passar de 35% do salário. Para entender melhor essa e outras questões sobre o crédito consignado, uma dica interessante é acessar o site do Grupo AMPonde você consegue fazer simulações do pedido de empréstimo. 

Dinâmica

Uma vez solicitado o empréstimo consignado e com o contrato assinado, os bancos ou instituições financeiras mandam um arquivo de solicitação para o órgão pagador do salário pedindo autorização. É este órgão, responsável pela análise, que irá enviar um outro arquivo eletrônico autorizando o desconto. Uma vantagem nesse formato é que não precisa de verificação do nome no SPC ou SERASA.

Mas calma. Isso não quer dizer que uma vez solicitado o empréstimo é garantido. Ao fazer a análise de crédito, os bancos podem se recusar a concede-lo. No entanto, não existe um padrão, já que cada banco possui uma política de crédito diferente, por isso um banco pode se recusar a fazer o empréstimo e outro pode liberar. Um fator interessante é a não necessidade de ser correntista de um banco para pegar o empréstimo consignado. Por exemplo, é possível solicitar um empréstimo consignado Itaú, sem ter uma conta aberta neste banco.