Últimas Notícias

MG – Projeto Dom Helder Câmara contribui para a geração de renda de famílias em situação de vulnerabilidade social

MG – Projeto Dom Helder Câmara contribui para a geração de renda de famílias em situação de vulnerabilidade social

MG – Em apenas dois anos de execução, o Projeto Dom Helder Câmara beneficiou mais de 1.500 agricultores familiares no Semiárido mineiro. A ajuda tem sido fundamental para que essas famílias, consideradas em situação de vulnerabilidade social, consigam desenvolver projetos produtivos, melhorando sua renda e a qualidade de vida. A Emater-MG é uma das instituições que atuam na ação, oferecendo assistência técnica aos agricultores.

Fábrica quitandas da Maria Creuza Virgem da Lapa
Fábrica quitandas da Maria Creuza Virgem da Lapa

 

Foi com recursos do projeto, que Maria Creuza de Souza da Silva conseguiu reformar o local onde produz suas quitandas. “Era um sonho ter um local organizado para produzir”, diz a produtora da comunidade Rosário, no município de Virgem da Lapa, no Nordeste de Minas Gerais.

O pequeno cômodo, ao lado da casa da quitandeira, teve o piso trocado e recebeu uma nova pintura.  Também foi necessário refazer as instalações de água e energia elétrica. O valor liberado pelo projeto ainda serviu para contratar o pedreiro. “Melhorou muito para produzir produtos de qualidade. Eu não teria condições de fazer isso sem essa ajuda”, conta Maria Creuza.

As quitandas da produtora são vendidas na feira livre do município aos sábados. São biscoitos, pães, bolos, broas e rosquinhas. Com um detalhe: tudo é feito no fogão a lenha. “Eu não abro mão disso. Eu me acostumei com o fogão a lenha. Dá um sabor diferente”, diz.

Para participar do projeto, Maria Creuza contou com a Emater-MG, que trabalha em parceria com a Prefeitura de Virgem da Lapa. “Quando recebemos uma lista do governo federal, com as famílias que podem receber o benefício, nós fazemos uma visita para confirmar a situação dessas pessoas”, diz o extensionista da Emater-MG, Edgard Gleizer de Oliveira.

A empresa de assistência técnica elabora um projeto técnico para a liberação dos recursos e faz o acompanhamento para a sua implantação. “Essa iniciativa tem possibilitado que muitas famílias consigam desenvolver uma atividade econômica na sua propriedade”, afirma Gleizer.

Desde 2018, em Virgem da Lapa, foram beneficiadas 150 famílias. As principais atividades implantadas por meio do Projeto Dom Helder Câmara no município são: avicultura, suinocultura, piscicultura, apiculturas e agroindústria.

Famílias beneficiadas no estado

O Projeto Dom Helder Câmara, implantado em 2018, beneficia 1.795 famílias em 57 municípios no Semiárido mineiro. Desse total, 1.650 famílias recebem ajuda financeira. As demais são beneficiadas com assistência técnica na implantação de uma atividade produtiva.

“O projeto atende agricultores familiares em situação de pobreza extrema, com renda per capita de até R$ 89,00 por mês. Cada família recebe R$ 2.400,00 para investir em uma atividade econômica definida em um projeto produtivo elaborado em conjunto com extensionista da Emater-MG”, diz a gestora estadual do projeto, a coordenadora técnica estadual da Emater-MG, Luciana Rocha. O valor é disponibilizado em duas parcelas. A primeira é de R$ 1.400,00 e a segunda de R$1.000,00.

O projeto é uma parceria entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério da Cidadania (MC), Fundo Internacional para Desenvolvimento Agrícola (Fida), Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e Emater-MG.

Os recursos do fomento são provenientes do Ministério da Cidadania. “Este recurso representa para estas famílias a oportunidade de iniciar um pequeno negócio que poderá ajudá-las a alcançar sua autonomia econômica. E, neste período de recessão econômica causado pela crise do coronavírus, colabora também com a economia dos municípios. Até agosto deste ano, o valor total disponibilizado para os municípios foi de R$ 3,7 milhões”, afirma Luciana Rocha. Os principais projetos produtivos implementados por meio do Projeto Dom Helder Câmara são bovinocultura, agroindústria, avicultura e culturas.

Para participar do projeto, os interessados devem ser cadastrados no Cadastro Único (CadÚnico/Ministério da Cidadania) e possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Os agricultores podem obter informações e orientações com os técnicos da Emater-MG, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Atendimento Virtual

É importante lembrar que, neste período de pandemia da Covid-19, a Emater-MG também está usando os canais virtuais para atendimento aos produtores. Um deles é o Plantão Técnico, que pode ser acessado pelo site www.emater.mg.gov.br para tirar dúvidas e obter orientações. Outro canal de informação é o WhatsApp, pelo número (31) 98453-6231.  Os produtores também podem mandar um e-mail para os escritórios locais. Os endereços estão disponíveis no site da Emater-MG: www.emater.mg.gov.br