PUC MINAS POS-GRADUAÇÃO

Últimas Notícias
Defesa de Uberlândia promete testar paciência do Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga
Defesa de Uberlândia promete testar paciência do Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga

Defesa de Uberlândia promete testar paciência do Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga

Defesa de Uberlândia promete testar paciência do Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga

Montes Claros – No vôlei, tão importante quanto saber finalizar bem as jogadas é jogar bolas pra cima. Essa tem sido uma das principais características do Azulim Gabarito Uberlândia. O time do Triângulo encara, nesta quarta-feira, às 17h, dentro de casa, o Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga masculina. O jogo terá transmissão ao vivo do canal online TVN Sports (Canal Vôlei Brasil). 

Defesa de Uberlândia promete testar paciência do Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga
Defesa de Uberlândia promete testar paciência do Montes Claros América pela 3ª rodada da Superliga Foto: Alex Sezko - Divulgação

 

Os dois times já se enfrentaram duas vezes na atual temporada, ambas pelo Campeonato Mineiro, com uma vitória pra cada lado. O saldo parece ser mais positivo para o Uberlândia, que venceu na disputa do bronze e chega para o confronto em melhor momento.

O MOC ainda não somou pontos na Superliga, enquanto o Uberlândia venceu o Blumenau (SC), fora de casa, na última rodada, somando dois importantes pontos. O time de Montes Claros vai precisar ter paciência e ser eficiente diante de um adversário que costuma tocar nos bloqueios e estar bem posicionado no fundo de quadra, vendo a obediência tática dar resultados.

“Um dos nossos pontos fortes é o sistema defensivo, muito em função do saque, que faz a relação bloqueio/defesa ser efetiva. Com essa relação bem ajustada e posicionada, a leitura do bloqueio fica mais fácil. O ajuste de mãos contribui para a defesa subir mais bolas e, consequentemente, construir os contra-ataques”, explica o técnico Manoel Honorato.

Na hora de decidir, peças são logo acionadas como o oposto Daniel Bala e o ponta Matheus Silva, que tem se mantido como titular apesar das trocas na sua posição, com revezamento entre Luan Mota e Arthur Nath. Quando o passe chega na mão do levantador Brasília, o central Rômulo costuma corresponder.

“Assim como o sistema ofensivo, o defensivo também tem sua importância. O volume de jogo é importante e essa construção pensando no contra-ataque bem articulado pode fazer a diferença”, completa o treinador.