POS ON-LINE PUC MINAS

Os suplementos benéficos para quem sofre de depressão

Cada vez mais comum na população mundial a depressão é um mal que pode ser causado por fatores genéticos, biológicos, ambientais ou psicológicos e atinge centenas de milhões de pessoas.

Problema comum e séria ao mesmo tempo, a depressão inclui sintomas como flutuações de humor, perda de interesse, baixa autoestima, perda de apetite, entre outros.

E, para combatê-lo, aliados aos tratamentos convencionais psicoterápicos, os suplementos surgem como um complemento repleto de benefícios. Os compostos, naturais ou químicos, são praticamente livres de efeitos colaterais, contribuindo para o bem-estar e a manutenção da saúde mental.

O suplemento 5htp, por exemplo, está entre os mais indicados para o combate à depressão. O neurotransmissor está associado ao bom-humor e age no aumento dos níveis de serotonina no corpo, reduzindo os sintomas de depressão.

Destaca-se também o Same, vitamina que impulsiona o humor e faz com que a pessoa se sinta melhor emocionalmente e fisicamente. Segundo estudos, o suplemento melhora a ligação dos neurotransmissores aos receptores, o que resulta num aumento de atividade da dopamina e da serotonina. E, com isso, também auxilia casos de depressão pós-parto e ansiedade.

Bastante conhecido por sua ação anti-inflamatória e no controle de doenças como colesterol e diabetes, o Ômega 3 é outro suplemento indicado como antidepressivo. O produto atua nas células do cérebro, estimulando a serotonina, dopamina e noradrenalina; ou seja, previne e auxilia no combate dos sintomas depressivos.

As vitaminas B e D também são comumente associadas à regulação do bem-estar e qualidade de vida, podendo ser suplementadas para combater a depressão. A B12, por exemplo, tem ação neuroprotetora, funcionando como um modulador de humor e redutor de riscos de doenças neurodegenerativas.

É importante consultar um médico para encontrar o melhor tratamento e verificar a possibilidade de incluir um suplemento no combate à doença.

Imagem de Steve Buissinne por Pixabay