Últimas Notícias

Usar terno é desconfortável? Veja 3 truques para ter conforto

Independentemente do estilo, todo homem precisa usar terno em algumas ocasiões; saiba o que precisa levar em conta para não passar perrengues nessas horas

Inventado na França, no século XVIII, o terno ainda hoje é um clássico da elegância para homens em praticamente todo o mundo. Seja em eventos de gala ou até mesmo diariamente em alguns ambientes de trabalho mais formais, eles são presença quase obrigatória em qualquer guarda-roupa masculino.

No entanto, apesar de ser um costume que atravessa épocas, muitos homens ainda não aprenderam o que podem fazer para evitar alguns desconfortos enquanto usam a peça. O erro mais comum é na hora da compra, já que alguns critérios de escolha são diferenciais importantes para garantir o conforto.

Além disso, algumas estratégias, como usar uma tech t-shirt por baixo ou escolher tecidos mais adequados ao clima de onde você mora, podem acabar com os perrengues nos momentos em que o terno for a vestimenta obrigatória. Para te ajudar, fizemos uma lista com 5 truques.

Compre o tamanho certo

Essa dica parece óbvia, mas é um dos erros mais comuns dos homens ao comprar terno e camisas. E ela vale para todas as peças: calça, blazer, camisa e até a gravata. A seguir algumas dicas sobre isso:

  • Se o colarinho da camisa te aperta, o problema pode ser o tamanho ou a modelagem/marca escolhida. O ideal é que o colarinho fique justo, mas deixe passar dois dedos rente ao pescoço, senão está muito apertado e é por isso que incomoda. Comprar a camisa certa resolve!
  • Se é a gravata que aperta, o problema também pode estar no colarinho. Volte para a dica anterior.
  • No entanto, também existe um tamanho certo de gravata, a ponta dela deve chegar até o início da fivela do cinto ou fecho da calça. Mas essa é uma regra de elegância, não necessariamente de conforto.
  • Se é a calça ou o blazer que te apertam ou ficam “pegando”, é muito provável que você deva trocá-los por um número maior. A modelagem também influencia e, nesse caso, vale tentar outras marcas ou lojas.
  • Verificar a modelagem dos ombros é um bom jeito de saber se o tamanho está adequado para você. As ombreiras precisam terminar na altura dos ombros.
  • Você também deve conseguir enfiar as mãos por baixo do casaco, com ele fechado, e deslizá-las sobre o peito. Se não consegue, o terno está apertado.

Além do desconforto, peças do tamanho errado estão mais sujeitas a rasgar em horas erradas. Se a calça está te apertando, ela pode rasgar ao sentar ou levantar, por exemplo. Não corra o risco de passar por essa situação.

Preste atenção no tecido

Os ternos podem ser confeccionados em vários tecidos e essa escolha também tem tudo a ver com o seu conforto. Para os dias mais quentes, evite os ternos de tecido sintético, como o poliéster, a microfibra e a poliviscose. Ninguém merece ficar suando dentro da roupa, não é mesmo?

Lã fria, linho e algodão oferecem muito mais conforto térmico tanto no verão quanto no inverno. As fibras naturais podem custar um pouco mais caro, mas são muito mais confortáveis, pois permitem que a pele respire melhor está calor, mas também aquecem bem se estiver frio.

Adeque a undershirt ao clima

Dependendo da ocasião, a peça que você usa embaixo do blazer não precisa ser, necessariamente, uma camisa. Isso pode ajudar muito no conforto, inclusive térmico. Afinal, uma camiseta é muito mais confortável que uma camisa e ainda deixa o look muito mais descolado.

É uma boa ideia investir naquelas com tecnologias que facilitam a transpiração se você vai precisar usar terno em um local onde faz calor. Algumas dessas peças também ajudam a aquecer quando faz frio, ou seja, servem para qualquer clima.

Se o inverno na sua cidade é rigoroso, também é uma boa ideia usar um suéter quentinho e elegante por baixo do terno: com camisa, se a ocasião pedir, ou com uma undershirt confortável, se não for precisar tirar o suéter.