Últimas Notícias

O que é a certificação CO2 Control que garante a sustentabilidade da produção têxtil?

O mundo ansia por marcas com produção responsável e essa pressão também está chegando à indústria têxtil; descubra como o CO2 Control auxilia na redução da emissão do dióxido de carbono dessas empresas

Você já ouviu falar nos danos causados pelo CO2? Apesar de ser natural, o gás, quando liberado em excesso, pode causar danos para nós, seres humanos, (principalmente em locais fechados, como edifícios de grande porte) e também sobrecarregar a atmosfera.

Por isso, é imprescindível que todas as indústrias estejam em dia com certificados que atestem a baixa produção diária de CO2 — criando até mesmo roupas inteligentes, que causam danos menores durante a sua produção, como é o caso da tech t-shirt.

Para evitar as consequências do excesso do gás na atmosfera, é preciso que todos prezem por uma produção cada vez mais sustentável, que faça bem para o meio-ambiente, mas também para a sociedade em geral.

É cada vez mais comum ver empresas que estão mudando suas políticas para estar de acordo com órgão ambientais e de fiscalização. Muito além de apenas “aparecer bem na imagem”, quando as ações são postas em prática, os consumidores sabem que podem consumir e apreciar tal produto.

Em relação ao dióxido de carbono, uma das áreas que mais emana o gás de efeito estufa na atmosfera é a indústria têxtil. Os tecidos utilizados para a confecção geram poluição e toxicidade — e os efeitos já estão sendo visualizados. Para tentar frear esse processo, foi criado o CO2 Control.

Caso você nunca tenha escutado falar sobre a medida, não se preocupe. Neste artigo, demonstraremos como ela pode mudar o futuro das empresas do ramo têxtil e também qual a sua importância. Vamos lá?

O que é CO2?

O dióxido de carbono ou CO2 é um gás de efeito estufa natural e inofensivo em pequenas quantidades. Mas, conforme seus níveis aumentam em um local mal ventilado, ele pode afetar a produtividade e o sono.

Mais comumente produzido em ambientes fechados pelo ar que exalamos, os níveis de dióxido de carbono concentram-se em ambientes internos com menos ventilação.

Índices mais altos estão diretamente relacionados à baixa produtividade e a grandes número de licenças médicas, tornando esta uma preocupação crucial em escritórios, escolas e ambientes domésticos, e também na produção têxtil.

O que é o CO2 Control?

Agora que você já sabe o que é o dióxido de carbono e quais são as suas causas e consequências, chegou o momento de explicar um pouco mais sobre a iniciativa CO2 Control.

A sua origem parte, claro, do nome do gás. Quando uma empresa têxtil está inclusa nesse controle, afirma que todos os tecidos utilizados na produção passam pelo esforço na busca pela sustentabilidade e também por processos auditáveis. Essa medida envolve:

  • um processo inteligente e sustentável de reutilização;
  • isenção de modificações genéticas;
  • não utilizar produtos tóxicos;
  • compostabilidade; e muito mais.

“Esse lançamento faz parte de uma grande evolução têxtil mundial que agrega um novo valor de sustentabilidade na cadeia produtiva da indústria da moda, que a Santaconstancia se orgulha de fazer parte”, afirmou Gabriella Pascolato, fundadora da tecelagem SantaConstancia, antes da sua morte, em 2010.

Por que é preciso estar em alerta?

Com as preocupações com a qualidade do ar interno, a eficiência energética e os pontos LEED para edifícios comerciais, o monitoramento de CO2 está se tornando mais importante.

Embora não seja um poluente do ar, o gás pode ter um efeito negativo sobre nós quando os níveis estão muito altos. Como é emitido a cada respiração, quanto mais pessoas em um espaço, maior o índice do gás no local.

Quando os níveis aumentam, tendemos a ficar com sono e a ter problemas para focar, e algumas pessoas até têm dores de cabeça. Por esse motivo, é importante que os ocupantes de qualquer espaço fechado tenham o CO2 monitorado para se manter em um nível saudável.