Últimas Notícias

Plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico? Existem diferenças?

Quem trabalha ou deseja trabalhar com algum tipo de investimento através da internet, ouve muito falar em plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico. Mas será que existem diferenças entre esses dois termos tão utilizados no mundo digital?

Saber se existe alguma distinção entre esses dois termos não é importante apenas para os empreendedores em vendas, como muitos pensam, mas também para as pessoas que trabalham com a área de comunicação, marketing e publicidade e propaganda. Isso porque é necessário que todos estejam conectados com todas as novidades do mercado digital.

Pensando em sanar essa dúvida e esclarecer se existem diferenças entre plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico, este artigo foi preparado com todas as informações necessárias sobre este assunto, a fim de esclarecer para todos os interessados toda e qualquer questão que diz respeito a esta questão.

Plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico? O que são e quais as diferenças?

Uma plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico são exatamente a mesma coisa e não existe nenhuma diferença entre elas. Algumas pessoas apenas preferem dizer e-commerce e outras estão mais habituadas a comércio eletrônico.

Esse tipo de plataforma refere-se a negócios de compra e venda que são realizados totalmente através da internet, utilizando ferramentas online e demais recursos que estão disponíveis na internet exatamente para estes fins.

Desse modo, um e-commerce tem o objetivo de tornar digital toda a relação que existe entre o vendedor e o cliente, visto que estes irão tratar todos os assuntos sobre a compra e venda de produtos de forma 100% online.

Esse tipo de comércio eletrônico otimiza muito as vendas e também todo o processo de gestão, tanto financeira quanto de estoque, o que, consequentemente, também demanda uma atenção muito maior no que diz respeito à logística do negócio.

Quais são os tipos de e-commerce existentes?

Existem diversos tipos diferentes de plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico. Contudo, existem 5 tipos específicos que são os mais comuns atualmente e que demandam maior necessidade de conhecimento do público, pois envolvem a participação pessoas jurídicas, físicas e também o governo.

Business to Business (B2B)
Os tipos de comércio eletrônico business to business (B2B) são aqueles que realizam suas transações entre duas pessoas jurídicas, ou seja, entre duas empresas. Um e-commerce que vende materiais de escritório ou materiais para empresas de informática são exemplos de comércio eletrônico business to business.

Business to Customer (B2C)
Esse é um modelo de plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico mais encontrado, pois refere-se a lojas que fazem suas vendas para pessoas físicas, ou seja, todas as transações acontecem entre uma pessoa jurídica e uma pessoa física. Lojas de roupas, sapatos, eletrodomésticos e móveis são exemplos de negócios B2C.

Customer to Customer (C2C)
As plataformas de comércio eletrônico customer to customer (C2C) são aquelas que permitem transações de compra e venda entre duas pessoas físicas. Geralmente, essas plataformas são mais simples e destinadas para pessoas que desejam vender itens usados ou criações próprias como bolos, doces e peças artesanais, por exemplo.

Customer to Business (C2B)
Por mais que pareça estranho, este tipo de e-commerce também existe e é um modelo bastante inovador. Geralmente consiste em plataformas específicas que desfazem as maneiras tradicionais de compra e venda entre pessoas físicas e jurídicas.

Como sites onde fotógrafos postam suas fotos para que empresas vejam e queiram comprar para utilizar em seus próprios sites, blogs ou redes sociais, por exemplo.

Business to Government (B2G)
Este é um tipo bem interessante de plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico, o qual também pode ser conhecido como e-commerce Business to Administration (B2A). Para realizar a venda de produtos ou prestação de serviços para órgãos governamentais, a empresa precisa estar com todos os tributos e impostos em dia.

Vantagens do comércio eletrônico para os consumidores

Por mais que as pessoas conheçam os tipos de comércios eletrônicos e entendam que não há diferença entre uma plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico, existe uma outra grande dúvida que paira sobre as mentes de futuros empresários e investidores: por que os consumidores preferem o e-commerce às lojas físicas?

Essa é uma questão bem simples de ser respondida: os preços dos produtos são bem mais baratos no comércio online do que no comércio físico, e a facilidade de comparar preços e realizar as compras também são muito vantajosas.

Apesar da questão do preço ser a principal vantagem na visão dos consumidores, o fato de poder comprar na hora em que desejar, poder realizar o pagamento sem precisar enfrentar filas e receber o produto em casa, também são conveniências que levam as pessoas a preferir as lojas virtuais às lojas físicas.

Considerando tudo isso, é fato que uma plataforma de ecommerce ou plataforma de comércio eletrônico representa o futuro dos negócios no ramo da tecnologia, e que fazer investimentos neste mercado é a melhor maneira de conseguir abrir um empreendimento próprio que realmente dê lucros significativos.