Últimas Notícias

Brasileirão 1987: campeonato rende polêmicas até hoje

Pixabay

 

O Brasileirão 1987 parece não ter acabado até hoje. O torneio foi recheado de polêmicas, com dois módulos e uma final prevista entre o vencedor de cada um deles, que acabou não sendo disputada. O Flamengo entende que foi o campeão, o Sport também pensa assim.

Neste ano foram disputados dois módulos principais, já que a CBF passava por uma crise. Estava combinado que os dois finalistas de cada módulo deveriam jogar um quadrangular final, com jogos de ida e volta entre as equipes. Entretanto, Flamengo e Internacional não jogaram, fazendo com que as únicas partidas fossem entre Guarani e Sport.

Foi um empate por 1 a 1 em Campinas e vitória do Sport por 1 a 0 no jogo de volta, disputado na Ilha do Retiro. Além dos dois módulos, em 1987 aconteceram também o Troféu Heleno Nunes e o Troféu Rubem Moreira, tratados como edições da Série B, mas não reconhecidos pela CBF.

Módulo Verde do Brasileirão 1987

A competição foi disputada por 16 equipes, que na primeira fase foram divididas em dois grupos de oito participantes, sendo que as equipes jogaram contra os rivais da outra chave, em oito rodadas. Em seguida, houve uma nova fase, com os times jogando entre si, dentro dos grupos.

Desse modo, Internacional, Flamengo, Atlético-MG e Cruzeiro conseguiram as vagas para as semifinais. O Galo, aliás, liderou sua chave duas vezes e tinha o direito de empate nas semifinais, mas acabou derrotado pelo Mengão duas vezes e terminou eliminado.

O Inter pegou o Cruzeiro, com um empate sem gols em Porto Alegre e uma vitória fora de casa, por 1 a 0, garantindo vaga na decisão. Nas finais, 1 a 1 no Beira-Rio e vitória do Flamengo no Rio de Janeiro por 1 a 10, fazendo com que a equipe fosse campeã do Módulo Verde do Brasileirão 1987.

Módulo Amarelo

O Módulo Amarelo ou Troféu Roberto Gomes Pedrosa teve a participação de 16 times. O detalhe é que alguns deles não estavam na Série B do ano anterior e deveriam jogar a primeira divisão de 1987, caso tivesse sido mantido os critérios dos anos anteriores.

A competição teve formato idêntico ao Módulo Verde, com as semifinais disputadas entre Guarani, que eliminou o Athletico-PR, e por Bangu x Sport, com classificação do Leão da Ilha. Na decisão, cada time venceu um jogo e o Sport foi campeão, de um modo diferente.

A disputa foi às penalidades, terminando empatada em 11 a 11. Os clubes entraram em consenso e o Guarani abdicou do título, deixando a conquista com o Sport. A final foi disputada no dia 13 de dezembro e no dia 22 de janeiro de 1988 a CBF confirmou a taça para o clube de Pernambuco.