Últimas Notícias

Coluna de Leandro Heringer – Cancelado

O cancelamento é uma estratégia de ódio nas plataformas digitais. Por trás de diversos argumentos, há uma ação de “desumanização” da pessoa cancelada. Recentemente, essa ação levou uma jovem ao autoextermínio.

A saúde mental pode ser afetada grandemente pela ação coordenada ou não pela coletividade. O cancelamento ocorre desde os primórdios da humanidade e no ambiente digital tomou proporções bem maiores. Patrulhas ideológicas são estruturadas para manter o que julgam ser a melhor ordem.

Tive o prazer de entrevistar Fábio Benedetti. Empreendedor, chef e proprietário do restaurante paulista Paellas Pepe, conhecido como Chef Benedetti, tem mais de 150 mil seguidores no Instagram e comanda, de segunda a sábado, o programa Os Cancelados, no Youtube.

Com um episódio em que ele se expressou, reconhecidamente, de modo inadequado, o cancelamento e o tribunal da internet afetaram a vida do Chef a ponto de ter recebido ameaças de morte.

Confiram a o relato de quem passou por cancelamento, ameaças e teve sua saúde mental em risco e, ao final, da entrevista o fluxo de procedimento em caso de necessidade de apoio em saúde mental

Como vê o relacionamento com o público na Internet?

Com experiência fica mais possível. No começo você fica mais suscetível às críticas e aos elogios, ficando chateado com as críticas e inflando demais o ego com os elogios. Quando você entende que aquilo é uma interação superficial, instantânea, entende que nada daquilo pode ser levado tão a sério. Obviamente existem lições a serem tiradas dali, mas o principal é saber separar.

“Os Cancelados” é um programa de humor que fala sobre esporte. O chat é uma forma de interação e diversão.  É possível separar a crítica construtiva da crítica maldosa?

Quando a crítica tem a intenção apenas de ofender, normalmente levando para o lado pessoal, eu considero como maldosa e procuro não levar em conta, mas quando a crítica é relativa ao desempenho, ao programa, eu procuro absorver na medida do possível e usar como alerta para uma possível oportunidade de melhora.

Esporte desperta paixão. Como lidar com o comportamento dos seguidores?

Justamente por lidar com uma das paixões do ser humano, devemos também entender o lado passional. Entender que ficarão bravos quando tivermos uma opinião contrária e crítica em relação ao time dele, mas entender também que certas coisas que numa conversa de boteco pode, mas num programa, em qualquer mídia, não pode, como ofender a instituição, fazer brincadeiras desrespeitosas.

Temos que tentar levar na brincadeira sadia, sem ofensas, porque, dessa forma, a maioria, tirando aqueles muito fanáticos, vai entender como brincadeira, e não ofensa, mesmo que, num primeiro momento, se sinta ofendido em nome da instituição

Houve algum episódio que te magoou ou deixou chateado nas mídias sociais? Se teve, como lidou?

Sim, já tive episódios que me deixaram chateado, sem dúvidas. Quando você já está chateado, o melhor a fazer, não que seja fácil, é se abster, evitar ficar lendo sobre, alimentando a espiral que se torna em torno do assunto, mas o mais importante é aprender lições com o episódio e procurar não repetir o erro.

Em dezembro, uma pessoa tirou a própria vida depois de mentidas e julgamentos na internet. Qual conselho dá para as pessoas lidarem com postagens nas mídias sociais?

Esse é um conselho muito difícil. Eu passei pessoalmente por um problema seríssimo, um episódio de cancelamento/linchamento público e posso afirmar que é uma situação desesperadora.

Eu tenho a sorte de ter uma estrutura familiar e uma rede de amigos, que me apoiou e servir de blindagem para grande parte dos pensamentos negativos que vem à sua cabeça em momentos de desespero, como o que eu passei. Eu tive meu nome ligado a um crime dos mais nojentos que podem ser cometidos, e, apesar de no meu interior eu saber que não havia cometido, entendia a repercussão e concordava com o fato de quem não saber a verdade e a particularidade do contexto ficar com raiva e me acusar de ter cometido.

O que é desumano é o cancelamento realizado, as ameaças de morte recebidas, entre outras ações. Eu torço muito para ninguém mais passar perto do que eu e várias outras pessoas passaram e passam, pois é uma forma doentia de se lidar com assuntos. Jamais será a solução. Meu conselho é utilizar as redes sociais como passatempo, uma diversão, e, como qualquer outra coisa, se tiver te fazendo mal, largar.

Como proceder se estiver em uma situação de necessidade de apoio em saúde mental

Na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), a Atenção Primária à Saúde (APS) é a porta de entrada para os usuários e famílias com sofrimento ou transtornos mentais, incluindo aqueles que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas.

Ao acolher o usuário em crise na rede, o primeiro movimento do profissional é a identificação da demanda, para que o paciente seja direcionado ao serviço que melhor lhe atenderá, podendo ser a APS, os pontos de urgência e emergência ou os CAPS.

Em casos de atenção à crise, a equipe que ofertar o primeiro atendimento – seja Atenção Primária à Saúde (APS), UPA (Unidade de Pronto Atendimento), SAMU ou pronto atendimento o CAPS de referência para discussão do caso e encaminhamento responsável.

#saúdemental #cancelamento #cancelado #comunicação

Leandro Heringer