Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

F1 – Moeda de prata recorda os 20 anos da morte de Senna

Uma moeda de prata que recorda os 20 anos da morte do piloto brasileiro Ayrton Senna, tricampeão mundial de Fórmula 1, estará disponível para os colecionadores, anunciaram fontes do Instituto Ayrton Senna.

A moeda de dois dólares neozelandeses, cunhada pela sociedade francesa Art Mint, foi criada pelo artista brasileiro Renato Saes
A moeda de dois dólares neozelandeses, cunhada pela sociedade francesa Art Mint, foi criada pelo artista brasileiro Renato Saes

A moeda de dois dólares neozelandeses, cunhada pela sociedade francesa Art Mint, foi criada pelo artista brasileiro Renato Saes. Em um lado tem a imagem de Senna e do outro a da rainha Elizabeth II da Inglaterra.

Também estão inscritos os anos de nascimento (1960) e de morte (1994) do ídolo brasileiro, que faleceu no dia 1º de maio no circuito de Imola após uma acidente fatal, quando perdeu o controle do carro da Williams.

A moeda de Senna estará disponível na França, no site da Art Mint e nos distribuidores especializados. No Brasil custará 340 reais.

Senna passou 10 anos na Fórmula 1 (1984-1994) e conquistou 41 vitórias em 161 Grandes Prêmios disputados. O Instituto Ayrton Senna, criado quando ele ainda estava vivo e que é dirigido por sua irmã Viviane, formou nos últimos 20 anos milhares de professores.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *