Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Estado Islâmico divulga vídeo da destruição de obras de 3 mil anos

Danos ao sítio arqueológico de Nimrud é inestimável

Unesco chegou a chamar a ação de "crime de guerra" e fez um apelo para as autoridades da região impedirem a "barbárie"
Unesco chegou a chamar a ação de “crime de guerra” e fez um apelo para as autoridades da região impedirem a “barbárie”

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) destruiu mais um sítio arqueológico milenar no Iraque e divulgou as imagens da destruição na web neste domingo (12). A região de Nimrud guardava obras com mais de três mil anos e foi arrasada por tratores e marretas dos jihadistas.

A notícia desse ato foi divulgada no início de março pelo Ministério iraquiano do Turismo e de Antiguidades, que, com uma nota em sua página no Facebook, havia dito que o grupo tinha “levado ao chão” o antigo sítio assírio. A Unesco chegou a chamar a ação de “crime de guerra” e fez um apelo para as autoridades da região impedirem a “barbárie”.

Citada na Bíblia como Cale, Nimrud fica ao sul de Mosul (antiga Nínive). Foi fundada pelo rei Salmanaser (1274-1245 a.C.) e virou a capital do império assírio entre 883-859 a.C., chegando a ter 100 mil habitantes. O EI destroi esses sítios e museus históricos para destruir qualquer imagem que seja de povos “infiéis”.

Vídeo;

Veja aqui

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *