Últimas Notícias

Norte de Minas – Governo de Minas Gerais providencia restauro do Vapor Benjamim Guimarães

Embarcacão centenária, patrimônio cultural mineiro, será reformada e vai retomar os passeios pelo Rio São Francisco a partir de Pirapora.

A embarcação é a única no mundo ainda funcionando pelo sistema original a lenha e caldeira
A embarcação é a única no mundo ainda funcionando pelo sistema original a lenha e caldeira

Importante riqueza do patrimônio cultural mineiro, o Vapor Benjamim Guimarães, embarcação centenária mantida na cidade de Pirapora, será restaurado em cumprimento a determinação do governador Fernando Pimentel. O anúncio foi feito durante encontro entre o secretário de Estado de Cultura (SEC), Angelo Oswaldo, e o prefeito da cidade, Heliomar Silveira.

O presidente do Circuito Guimarães Rosa, Everaldo Felipe, e o chefe de gabinete da SEC, Evandro Xavier, também participaram da reunião que celebrou o início da parceria entre o Governo Estadual e a prefeitura. Em abril deste ano, durante visita ao município, o governador havia prometido a revitalização do Benjamim Guimarães.

O secretário Angelo Oswaldo comemorou mais essa ação de salvaguarda do patrimônio cultural mineiro. “Que o Benjamim seja restaurado e colocado em navegação. É um emblema da cultura barranqueira e do turismo”.

Durante o encontro com o secretário, o prefeito entregou a Angelo Oswaldo o relatório que irá embasar a elaboração do projeto técnico para o restauro. O documento foi encaminhado ao Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), já que a embarcação é tombada pelo órgão.

Entre os reparos necessários, consta a recuperação do casco, do sistema de esgoto dos porões, revisão do gerador, pintura geral, entre outros.

O Benjamim Guimarães

A embarcação é a única no mundo ainda funcionando pelo sistema original a lenha e caldeira. Foi construído em 1913 no Vale do Rio Mississipi (EUA) e configura-se como um verdadeiro museu flutuante. Após sua construção, navegou pelos rios da Bacia do Amazonas e desde os anos 1920 passou a fazer parte do cotidiano de Pirapora e região.

De potencial invejável, a embarcação histórica tem como uso principal passeios turísticos na confluência entre os rios São Francisco e das Velhas. O vapor também recebe apresentação da “Sinfonia Velho Chico”, formada por músicos da Orquestra Sinfônica Jovem de Pirapora. A administração é de responsabilidade da Empresa Municipal de Turismo de Pirapora.