Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Mais Seções » Saúde » Saúde – Casos de hanseníase caem 34% no Brasil, mas ainda são problemas de saúde pública

Saúde – Casos de hanseníase caem 34% no Brasil, mas ainda são problemas de saúde pública

Saúde – Casos de hanseníase caem 34% no Brasil, mas ainda são problemas de saúde pública

O ministério da Saúde anunciou que os casos diagnosticados de hanseníase no Brasil caíram 34% em nove anos, passando de 43,6 mil em 2006 para 28,7 mil em 2015. O número de pacientes em tratamento também registrou queda, indo de 26,3 mil pacientes para 20,7 mil no mesmo período.

Saúde - Casos de hanseníase caem 34% no Brasil, mas ainda são problemas de saúde pública
Saúde – Casos de hanseníase caem 34% no Brasil, mas ainda são problemas de saúde pública

“Identificando precocemente o doente, é possível iniciar o tratamento, diminuir a contaminação de pessoas sadias e avançar no processo de eliminação da doença, que é um problema de saúde pública no Brasil”, explicou, em nota, a Coordenadora-Geral de Hanseníase e doenças em eliminação, Carmelita Ribeiro Filha.

MENORES

O número de casos em menores de 15 anos indica, entretanto, que ainda existem focos de infecção ativos e transmissão recente. Mesmo com redução de 28% na taxa de detecção em crianças e adolescentes na última década, no ano de 2015 foram registrados 2,1 mil casos da doença nesse grupo.

A Opas/OMS (Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde) alerta que, apesar da infecção estar presente em 24 dos 35 países das Américas, apenas no Brasil ela ainda é um problema de saúde pública.

HANSENÍASE

Doença crônica e transmissível, a hanseníase é causada pela bactéria Mycobacterium leprae. A transmissão é feita de uma pessoa doente para outra. O contato precisa ser próximo e prolongado, botando, em risco, familiares ou pessoas que moram junto com o paciente, por exemplo.

Como a doença atinge a pele e nervos, se não tratada precocemente pode causar incapacidade e deformidades físicas. O principal sintoma são manchas em qualquer parte do corpo, principalmente com alteração de sensibilidade ao calor e ao toque, mas também pode haver alteração nos nervos periféricos, na mucosa do trato respiratório superior e nos olhos.

Para marcar o dia mundial de luta contra a doença, comemorado nesta terça-feira (31), o edifício do Ministério da Saúde está iluminado com uma luz na cor roxa até o dia 28 de fevereiro.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *