Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

SAÚDE PARA SAÚDE

Fizemos o compromisso de, durante esta semana, tecer comentários em relação à situação da saúde em Montes Claros. O mais interessante é que as queixas e denúncias têm surgido de todos os segmentos da sociedade, sem que a Secretaria de Saúde se manifeste sobre o assunto. Um exemplo claro foi o fato de quase totalidade dos vereadores de Montes Claros terem utilizado a reunião da última terça-feira para criticar a situação de abandono com que se encontra o hospital Alpheu de Quadros. Entre os vereadores que manifestaram sobre o assunto estão os médicos Valdivino Antunes e Marlon Xavier, além de Idelfonso da Saúde. Citaram a falta de funcionário, camas quebradas, aparelhos novos amontoados em canto de sala, Raio-x quebrado, falta de material básico e outros. Entre os absurdos citados está o fato de os vereadores terem constatado que o hospital havia ficado 24 horas sem um clínico e que os pacientes que precisam de uma injeção estão sendo obrigados a comprar a seringa em farmácia próxima.

TRANSPORTE COLETIVO

Pelo andar da carruagem, a prefeitura de Montes Claros não terá o respaldo, nem a resposta que pretendia, com a realização, em toda cidade, de audiências para saber o que a população pensa e o que quer do serviço de transporte coletivo urbano. Apenas os dois primeiros encontros conseguiram mobilizar parte dos moradores. Integrante da equipe responsável pela organização, ligado ao terceiro andar, informou que a proposta terá que ter um ponto final, por não conseguir levar os moradores à reunião. Resta saber se o motivo seria a deficiência na organização ou falta de credibilidade.

TRANSPORTE CLANDESTINO

Em coluna anterior divulgamos a informação da força tarefa do Governo do Estado, através do DER-MG e outros órgãos como Receita e Ministério Público, em relação à operação para coibir o que chamaram de transporte clandestino em Minas. Na ocasião, citamos que,em sua campanha de reeleição, o deputado Paulo Guedes saiu em defesa dos motoristas de transporte de passageiro e que, hoje, aliado do Governo, faz ‘ouvido de mercador”’. A este respeito, a sua assessoria encaminhou resposta à coluna.

RESPOSTA DE GUEDES

Prezado Aldeci,

Sobre a nota “promessa ao contrário”, veiculada na coluna Preto no Branco nesta quinta-feira (23), o deputado Paulo Guedes contesta, de forma veemente, a informação de que ele teria apoiado a força-tarefa do DER, realizada esta semana em algumas regiões do Estado, para investigar o transporte intermunicipal de passageiros. Paulo Guedes esclarece que a defesa dos taxistas e demais operadores do transporte alternativo de passageiros continua sendo sua bandeira na Assembleia Legislativa e que, imediatamente após ter sido informado sobre a força-tarefa, solicitou reunião com as autoridades do setor no Estado. O deputado também assegurou que, já nos próximos dias, o assunto será pautado na Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização da ALMG, da qual ele é presidente.

Rita Mendes

OBSERVAÇÃO

Sem querer transformar o assunto em novela, reafirmo fato divulgado por toda imprensa da região de que o deputado Paulo Guedes teria chamado as multas de “Anastaxa”, numa referência ao Governo de Anastasia, e que teria, em 2014, próximo à época das eleições, participado de protesto que bloqueou a BR-135, na altura da sede local do DER-MG, entre as cidades de Januária e Pedras de Maria da Cruz, declarando defesa aos trabalhadores do transporte de passageiros, acusando o órgão do Governo de agir com perseguição. De qualquer forma, se o parlamentar resolver a questão, o espaço está aberto para divulgar.

NOVELA IDENE

Em coluna anterior citamos que o nome do ex-prefeito de Capitão Enéas, César Emílio, estava sendo articulado para assumir a direção do Idene. A última informação é que o projeto foi por água abaixo e Emílio não será indicado. A outra informação é de que, apesar do recuo, o atual diretor Ricardo Campos continua com a situação estável e pode de fato deixar o setor, já que tem sofrido críticas da própria base do governo Pimentel, tanto de peemedebistas, como de petistas ligado à região. Se deixar o Idene, Ricardo volta para o gabinete de Paulo Guedes, já que no campo político é o homem da sua confiança.

EM TEMPO E HORA

É fato que sempre manifestamos publicamente satisfação quando algum companheiro de imprensa apresenta sucesso em seus projetos. A este respeito vale citar a “ Feijoada do Théo”, realizada no último sábado pelo companheiro jornalista Theodomiro Paulino, na qual superou os anos anteriores. O resultado é que o tempo apenas tem servido como combustível para Théo renovar e inovar. Parabéns!

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

 

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.