Últimas Notícias

Coluna do Adilson Cardoso – Conspirando contra Mario

Coluna do Adilson Cardoso – Conspirando contra Mario

Os familiares de Mario Célio pouco comentam sobre ele. Um primo da casa descascada próximo ao mercadinho diz que o rapaz foi para o Sul do Brasil. Esta tentando a sorte na capital Gaucha, mas outros cochichos são de que ele está escondido em Uberlândia na chácara de um ex-patrão dono de um posto de gasolina. O melhor é que ele se perca onde está não volte em casa nem para a benção dos pais ou a policia lhe tranca na cadeia, isto é se tiver a sorte de ser encontrado pela policia antes da Gang do Quincas que escreveu com tinta spray na parede da Igreja: “Maria Célio pode comprar o caixão!” Quando o padre mandou apagar eles picharam novamente; “Se apagar vai morrer na hora da missa!” para não criar confusão o padre não se meteu mais. Quincas ainda mandou sua Gang pichar do outro lado: “Mario Célio, pague a droga que você deve!” O pai depois de uma série de ameaças conseguiu dividir a conta em 90 prestações no cartão de aposentado e sossegou um pouco o tal Quincas. — O senhor está quitando a divida, mas voltar aqui ele está proibido! – Disse o traficante ao receber uma das parcelas. Quando Mario Célio fumou o primeiro baseado ainda tinha o sonho de comprar um fusca e aprender tocar violão, mas o tempo passou e ele foi se perdendo, quando furtou seus primeiros cem reais, gastou com drogas e comprou um quilo de carne de sol para a mãe; — Meu filho que coisa boa, ajudando em casa! Arranjou trabalho? – Perguntou feliz a mãe, comunicando ao pai e aos outros irmãos. Comeram a carne com reunidos a mesa saudando o novo Mario Célio que achavam ter nascido das muitas atitudes irresponsáveis, mas antes de terminar o jantar a policia bateu a porta. O dinheiro foi subtraído do caixa da Farmácia, só deram por falta na hora de fechar o dia, nas imagens das câmeras Mario aproveita um descuido da moça, após o furto ainda finge não ter encontrado o que queria e foi embora. Mas quando a policia tem permissão do pai para falar com o filho, ele já está muitos telhados à frente, pulando de casa em casa. Depois daquele dia souberam que ele havia se mudado para uma comunidade do outro lado da Vila da Quadrada, por ordem de Quincas ninguém incomodava Mario Célio que passou a ser entregador de drogas da Gang, respeitado e bom de lábia já era chefe dos entregadores quando os pais receberam uma carta com mil e duzentos reais em notas de dez. Os pais de Mario eram honestos, pagaram o furto do dono da farmácia que retirou a queixa da delegacia, com o que sobrou fizeram um jantar especial e mandaram chamar o filho; — Filho pode voltar para casa o farmacêutico retirou a queixa e a policia mandou avisar que você está limpo! Mario chegou para jantar com uma namorada que tinha uma tatuagem de folha de maconha no rosto, junto a Quincas e mais quatro soldados do tráfico. Ali comeram a vontade, usaram drogas e cantaram Rap proibido que fala em matar policia. Mario Célio tinha uma moto de 600 cilindradas e uma bolsa de couro, saia diariamente com quatro quilos de drogas e prestava contas na volta, já era de confiança de Quincas que rebaixara Dogão seu braço direito a condição de entregador para Mario Célio ocupar seu lugar. Dogão olhou nos olhos do chefe e pensou em dizer algumas coisas, mas lembrou-se dos corpos decapitados e queimados no pneu, achou melhor acatar a decisão e acelerar a motoca. Porém mandou avisar a Mario Célio que sua casa cairia, os dias se passaram. Como braço direito do chefe Mario era responsável por acompanhar a chegada da droga que vinha da Bolívia, era sábado e quatro horas da manhã um numero desconhecido avisa a policia o local em que descarregariam grande quantidade de drogas. Mario Célio estava sozinho no lugar combinado, mas um telefone anônimo também chega até Quincas e avisa que seu homem de confiança está negociando com a policia. Cercaram todas as saídas, Fuzis, Metralhadoras e Lança Mísseis, Pistolas, Três oitos e os cães silenciosos, — A casa caiu! Gritou o policial. Mas os homens que chegaram com as drogas já estavam esperando e abriram fogo. Mario Célio fugiu e a droga ficou. Dogão voltou ao posto de braço direito do chefe e incendeia sua cabeça a todo instante para encontrar Mario Célio. Para a policia envia mensagens informando quando a Gang do Quincas receberá as drogas. Para Quincas Mario Célio é informante da Policia, para a policia Mario Célio é um dos lideres do tráfico internacional de drogas.

Adilson Cardoso
Adilson Cardoso