PUBLICIDADE

JUNTOS VAMOS A ECONOMIZAR 30% DE ÁGUA - COPASA Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília | Jornal Montes Claros

PUBLICIDADE

FADECIT - Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Inicio » Colunistas » Jerusia Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília


Reviewed by:
Rating:
5
On 19 de maio de 2017
Last modified:19 de maio de 2017

Summary:

Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTIL

Nesta quinta-feira (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o Distrito Federal realizou uma série de ações visando a promoção da conscientização contra esse tipo de crime. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social, uma pesquisa realizada semestralmente nas escolas públicas do DF revela que 45% dessas instituições identificam sinais de violência doméstica nos alunos, geralmente cometido por pessoas próximas à família e em ambiente doméstico.

 

OPERAÇÃO CABRERA

Ainda dentro da programação do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Federal iniciou uma operação de combate à disseminação de pornografia infantil pela internet. A operação “Cabrera” busca impedir que imagens de crianças sejam guardadas ou compartilhadas na web. Ao todo, foram expedidos 93 mandados de busca e apreensão e uma condução coercitiva, em 17 estados e no Distrito Federal. Em Minas Gerais, as ações da PF foram realizadas nas cidades de Ubá e Muriaé.

 

MARCO NACIONAL

Em 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e assassinada no Espírito Santo. A investigação do crime ficou conhecida como Caso Aracelli. O corpo da vítima apareceu seis dias depois carbonizado, e os agressores, jovens de classe média alta de Vitória, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes a partir da aprovação da Lei Federal nº 9.970/2000.

 

SISTEMA DE OBRAS PÚBLICAS

A comissão de Trabalho aprovou nesta quarta-feira (17) o projeto de lei PL 5664/16, de autoria do deputado Zé Silva (Solidariedade/MG), que estabelece a criação do Sistema de Obras Públicas (SisOP), que será administrado pelo Ministério do Planejamento. A proposta é criar cadastro de livre acesso na internet com todas as obras públicas custeadas por verbas federais possibilitando maior transparência para acompanhamento dessas obras. O deputado Zé Silva, que coordena a comissão de Obras Paradas na Câmara dos Deputados, acredita que as Comissões  de Tributação e Finanças vão aprovar por unanimidade sua proposta.

 

FECHANDO O CERCO

A manhã desta quinta-feira foi turbulenta na Esplanada dos Ministério, com a divulgação da delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do frigorífico JBS, que levantou suspeitas sobre o presidente Michel Temer (PMDB), os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Zezé Perrela (PSDB-MG), o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) e o procurador da República Ângelo Goulart Villela. Homens da Força Nacional permaneceram a postos na Esplanada para manter a segurança dos prédios públicos, no caso de haver algum ato de protesto.

 

VISITA DA PF

Logo no início da manhã, a Polícia Federal realizou buscas nos gabinetes do senador Zezé Perrela e do deputado Rodrigo Rocha Loures, no Congresso Nacional. Usando ternos e carros sem identificação, os federais também estiveram na sede do TSE, buscando documentos que possam servir de prova contra procurador da República Ângelo Goulart Villela, que trabalha na Corte. Goulart Villela foi detido por suposto envolvimento com fraudes em fundos de pensão e de favorecer uma empresa do grupo J&F.

 

POPULAÇÃO DE OLHO

Ainda pela manhã, no Setor Comercial Sul, em Brasília, um grupo de manifestantes ocupou a frente de um dos escritórios do PMDB, após a divulgação de fotos nas redes sociais mostrando caixas sendo retiradas do prédio e carregadas em um caminhão de mudança. Até as 12h25, os manifestantes mantinham o caminhão “preso” no local com ajuda de uma caçamba de lixo. Uma equipe da Polícia Federal foi esteve no local para vistoriar o material do caminhão, mas até o fechamento da coluna ainda não havia sido divulgado do que tratava o carregamento. Segundo a Polícia Militar, cerca de 100 pessoas participaram do protesto. Não houve conflito.

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *