Inicio » Mais Seções » Entretenimento » MP de São Paulo investiga comédia que Danilo Gentili “Estrela”

MP de São Paulo investiga comédia que Danilo Gentili “Estrela”

MP de São Paulo investiga comédia que Danilo Gentili “Estrela”

“Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, estrelado e roteirizado por Danilo Gentili, está sendo investigado pelo Ministério Público de São Paulo por ter omitido a classificação indicativa do filme em parte das peças de divulgação, informação que é assegurada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

Atuação. Danilo Gentili roteiriza e protagoniza filme que está sendo investigado
Atuação. Danilo Gentili roteiriza e protagoniza filme que está sendo investigado

 

Segundo o inquérito aberto pelo promotor de Justiça Eduardo Dias Ferreira, no dia 11 de outubro, “foi realizada pesquisa sobre o material de divulgação da classificação indicativa do mencionado longa-metragem, em especial do trailer e do banner. Em ambos, restou constatado que no local apropriado para inserção da classificação etária recomendada havia a frase ‘o pior aluno da escola nunca verifica a classificação indicativa do filme’”.

O filme foi avaliado, pelo Ministério da Justiça, como impróprio para menores de 14 anos, enquanto o trailer recebeu classificação etária de 12 anos. O livro homônimo, escrito pelo comediante, também foi lembrado pelo promotor. O Ministério Público de São Paulo obrigou a editora Original a explicitar na capa da obra que o conteúdo do livro era recomendado para maiores de 18 anos. “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” estreou nos cinemas brasileiros no último dia 12.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).