Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Cidade italiana oferece até R$ 7,5 mil para quem se mudar para lá

Cidade italiana oferece até R$ 7,5 mil para quem se mudar para lá

Cidade italiana oferece até R$ 7,5 mil para quem se mudar para lá

Tranquilidade, vizinhos que se conhecem, criminalidade praticamente zero. E melhor: recebendo para morar em um lugar assim simplesmente por morar. Você não leu errado. Na tentativa de aumentar a população da pequena cidade de Candela, no Sul da Itália, o prefeito Nicola Gatta decidiu oferecer até 2 mil euros (cerca de R$ 7,5 mil) para incentivar famílias a se mudarem para o município pacato. 

Prefeito oferece dinheiro para quem se mudar para Candela
Prefeito oferece dinheiro para quem se mudar para Candela

 

De acordo com autoridades locais ouvidas pela TV americana CNN, caso uma pessoa decida morar sozinha na cidade vai receber 800 euros (pouco mais de R$ 3 mil). Para casal, o valor aumenta para 1,2 mil euros (cerca de R$ 4,5 mil).

Famílias com três membros vai receber entre 1.500 e 1.800 euros (entre R$ 5,6 mil e R$ 6,7 mil). Por fim, famílias com mais de cinco pessoas podem receber 2 mil euros (7,5 mil).

Candela, que fica na região da Puglia (leia-se Púlia), já chegou perto dos 10 mil moradores nos anos 1990. Mas a população voltou a diminuir nos últimos anos. A cidade fica próxima das praias do Sul da Itália, que estão entre as mais belas do mundo.

A cidade estilo medieval já foi chamada de “pequena Napóles”, nos anos 1960, segundo Gatta informou à rede americana CNN. Isso porque as ruas estreitas e diversos turistas tomavam conta da cidade, enquanto vendedores gritavam para chamar atenção dos fregueses.

Desde o anúncio do projeto, Candela já recebeu cerca de 40 pessoas.

Mas há regras para conseguir a bolada em euro. O morador precisa permanecer na cidade por um ano, pelo menos, alugar ou comprar uma casa e arrumar um emprego que pague até 7,5 mil euros (R$ 28,3 mil) por ano.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).