Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Coluna do Adilson Cardoso – Batráquios Assassinos

Coluna do Adilson Cardoso – Batráquios Assassinos

Gemidos ecoavam das fendas que se  abriram  no chão da cozinha.  Pelas rachaduras do teto era possível ver a  lua cheia se apagando lentamente. Pessoas já falecidas faziam o jogo dos copos na mesa do café, seu amigo assassinado há pouco,  tinha um buraco na cabeça, mas batia palmas com um mão faltando alguns dedos. Quando os copos giraram, Um trovão  explodiu  no aquário, os  peixes em busca de oxigênio voaram atrás de uma borboleta que saiu da boca de Cordélia.  As nuvens  estavam  dentro da casa, porcos desceram delas  com   asas de anjos tocando Trombetas,  uma cruz  gigantesca  estava   fincada ao lado da porta. Cordélia foi brutalmente decapitada com uma faca de pão, seus  algozes vestiam capuzes  e cantavam musicas do Black Sabbath. No espelho do banheiro ela  viu seu corpo  sendo comido por Batráquios que se libertavam dos ovos brancos   da geladeira.  O forno do fogão tornou-se  um portal de onde   vinham  criaturas com aparências  de formigas,  olhos e presas de serpentes. A mãe de Cornélia estava encolhida  num  vidro de maionese, seu olhar era tranquilo, ela apontava para as pessoas na mesa.  Um Besouro humano  surgiu do ralo da pia ,  arrastava  um caixão com o lenço da avó de Cordélia,  falecida há poucos dias. Andou pela casa inteira fazendo arabescos, até entrar pelo forno do fogão de onde saiam as formigas, um novo trovão retumbou…

— Cordélia! Cordélia! De novo? Você está precisando de rezar antes de dormir! – A moça  sentou-se  na cama respirando cansada.

Parou alguns segundos olhando para o vazio, mas não disse nada. A mãe se afastou e bateu a porta.  Cordélia pegou o livro de Stephen King que havia caído da cama “ Pesadelos e Paisagens Noturnas” Folheou buscando o marcador  e abriu no conto: Parto de Casa.

 

Adilson Cardoso
Adilson Cardoso

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.