Inicio » Educação » Sisu tem mais de 2 milhões de inscritos para vagas em universidades públicas

Sisu tem mais de 2 milhões de inscritos para vagas em universidades públicas

Sisu tem mais de 2 milhões de inscritos para vagas em universidades públicas

A primeira edição de 2018 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) teve 2,11 milhões de estudantes inscritos. O total de inscrições chegou a 4,12 milhões, pois cada participante pode fazer até duas opções de curso.

Sisu tem mais de 2 milhões de inscritos para vagas em universidades públicas
Sisu tem mais de 2 milhões de inscritos para vagas em universidades públicas

 

Os números são menores que no ano passado, quando foram registrados 2,49 milhões de inscritos e 4,88 milhões de inscrições. No entanto, o número de vagas de graduação oferecidas neste ano em universidades públicas por meio do Sisu registrou um recorde, com 239,3 mil vagas em 130 instituições.

Do total de vagas ofertadas, 103,9 mil foram destinadas para a Lei de Cotas e 17,3 mil para as ações afirmativas próprias das instituições de ensino superior. Do total de inscritos, 58,2% são do sexo feminino e 41,8%, do masculino.

Instituições

Das 130 instituições que participam do Sisu, 30 são instituições públicas estaduais (um centro universitário, sete faculdades e 22 universidades) e 100 são públicas federais: dois centros de educação tecnológica, uma faculdade, 61 universidades e 36 institutos federais de educação, ciência e tecnologia.

Os cursos com os maiores números de inscrições em todo o país foram medicina (235.508), administração (221.413) e direito (218.470).

O estado com o maior número de inscritos foi Minas Gerais (538.530), com 30.336 vagas. O Rio de Janeiro aparece na sequência, com 332.497 inscritos e 16.762 vagas. A Universidade Federal de Minas Gerias (UFMG) ficou no topo das instituições de ensino, com 155.386 inscrições, seguida pela Universidade Federal do Ceará (UFCE), com 145.638 inscrições.

O Sisu é o ambiente virtual criado pelo MEC para selecionar estudantes para vagas em instituições públicas de educação superior com base nas notas registradas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Podem concorrer todos os que fizeram as provas de 2017 do Enem e obtiveram nota acima de zero na redação.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *