Publicidade

Inicio » Colunistas » Júlio Cesar Cardoso » Coluna do Júlio C. Cardoso – Vitória da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro

Coluna do Júlio C. Cardoso – Vitória da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro

Coluna do Júlio C. Cardoso – Vitória da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro

A oposição foi derrotada na Câmara Federal, de forma acachapante, por 340 votos a favor e 72 contra, chancelando a intervenção na segurança pública do RJ. Agora, nesta terça-feira (20), o Senado confirmou a intervenção.

PT, PC do B e Psol são três siglas partidárias mequetrefes, que só querem ver o circo pegar fogo. Mesmo diante de uma situação realística da insegurança pública no Rio de Janeiro, ainda assim os partidos  preferem  a picuinha e a politicagem rasteira para contrariar o governo federal, o qual, independente de sua ideologia, apenas fez cumprir a Constituição a uma situação incontestável por que passa o Estado do Rio de Janeiro.

Os deputados  Alessandro Molon, Benedita da Silva, Celso Pansera, Chico Alencar,  Glauber Braga, Jandira Feghali, Jean Wyllys,  Luiz Sérgio e  o suplente Wadih  Damous deveriam ter mais responsabilidade, principalmente com  seu Estado, em vez de engrossar o coro da rebeldia ao governo federal. Pois há momentos na vida  que se devem esquecer as animosidades políticas para de forma solidária reunir forças e ideias para enfrentar questões cruciais, por exemplo,  como as referentes à segurança de  ir e vir de uma população.

É evidente que “agente não tem de estar sempre de acordo com a maioria”, como se manifestou Chico Alencar,  mesmo porque as pessoas  racionais devem saber distinguir o joio do trigo.

Mas é inaceitável que, diante da real situação da insegurança pública no RJ, suplicada solução pela grande maioria de sua população, venham Chico Alencar, Humberto Costa, Lindbergh Farias e outros insensatos  políticos  usar o subterrâneo da politica para tentar impedir que o povo carioca ou fluminense possa respirar um pingo de segurança em seu direito de ir e vir.

É mais que natural  que os políticos  contrários à intervenção  sejam penalizados eleitoralmente na disputa  pelo governo do Rio, bem como nas demais eleições em todo o país. O Brasil não pode ter cor partidária. Os políticos devem respeitar as necessidades dos Estados e da população.

Júlio César Cardoso / Bacharel em Direito e servidor federal aposentado

 

Júlio Cesar Cardoso
Júlio Cesar Cardoso

 

Leia Também

Acesse agora as promoções de passagens de aéreas nos voos de Montes Claros para SP e Porto Seguro

* Por: da redação - 21 de setembro de 2018. Nesta sexta-feria (21/09) é possível …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *