FENICS 2019 - ACI

Inicio » Últimas » Deputado Zé Silva realiza em Brasília audiência pública para discutir situação da BR-367

Deputado Zé Silva realiza em Brasília audiência pública para discutir situação da BR-367

Deputado Zé Silva realiza em Brasília audiência pública para discutir situação da BR-367

O deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG) realiza, na quinta-feira, 10, às 10 horas, na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, audiência pública para discutir a situação da BR-367, a mais importante rodovia do Vale do Jequitinhonha, que beneficia tanto a economia, quanto a segurança e a qualidade de vida das pessoas na região.

A situação é de precariedade, com muitas pontes improvisadas, falta de sinalização, pavimentação comprometida, trechos sem asfalto, dentre outras situações, que colocam vidas em risco.
A situação é de precariedade, com muitas pontes improvisadas, falta de sinalização, pavimentação comprometida, trechos sem asfalto, dentre outras situações, que colocam vidas em risco. Foto: Agência Minas

 

“A situação é de precariedade, com muitas pontes improvisadas, falta de sinalização, pavimentação comprometida, trechos sem asfalto, dentre outras situações, que colocam vidas em risco. Uma obra idealizada, por Juscelino Kubistchek há quase 50 anos”, disse Zé Silva que coordenada a Comissão de Obras Paradas da Câmara.

Principais temas da pauta: Manutenção do Trecho entre Virgem da Lapa e Minas Novas; recapeamento do trecho Itaobim, Jequitinhonha, Almenara e Jacinto;rReparo de alguns pontos entre Salto da Divisa e Itagimirim-Ba; sinalização;turmalina e o Posto Vicente Francisco;Trecho Virgem da Lapa x Ijicatu e Licitação para pavimentação entre Jacinto e Salto da Divisa.

O deputado destaca que no início de fevereiro 2018, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) publicou, no Diário Oficial da União, o edital para contratação de empresa para a execução das obras de implantação e pavimentação da BR-367, no Vale do Jequitinhonha, do trecho entre Salto da Divisa (Divisa BA/MG) e o entroncamento da BR-259 (Gouveia), e o subtrecho do entroncamento da BR-251 (Salto da Divisa) ao entroncamento da MG-406 (Almenara), totalizando 61,6 km.

De acordo com o edital, serão investidos cerca de R$ 191 milhões e o prazo total de execução das obras é de 24 meses, equivalentes há 730 dias consecutivos, que deverá atender, durante todo o período do contrato, as especificações do DNIT e as normas da ABNT para sua aceitação.

O deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG) realiza, na quinta-feira, 10, às 10 horas, na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, audiência pública para discutir a situação da BR-367
O deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG) realiza, na quinta-feira, 10, às 10 horas, na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, audiência pública para discutir a situação da BR-367

 

Convidados a participar da audiência:

O prefeito do município de Almenara, Ademir Gobira; Diretor Geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro; Presidente da Nova AMBAJ (Nova Associação dos Municípios do Baixo Jequitinhonha), Antônio Rodrigues; Diretor Geral do Departamento de Estradas e Rodagens de Minas Gerais (DER), Djaniro da Silva; Ministro dos Transportes (MT), Valter Casimiro Silveira; Deputado Estadual, Dr. Jean Freire; Coordenador do Comitê de Gestão do Programa de Aceleração do Crescimento (GPAC), Valter Casimiro Silveira.

Ações do mandato do deputado Zé Silva pela BR 367

2011 – Início do Mandato – a BR-367 é prioridade – atuou junto à bancada Mineira pela inclusão na LDO de direcionamento de recurso para a conclusão das obras da BR-367.

2012 – Requereu e realizou audiência pública, em Almenara, por meio da Comissão de Aviação e Transportes. Realizou manifestação.

2013 – Apresentou quatro Indicações ao Ministro dos Transportes solicitando realização de obras em caráter emergencial de manutenção da via e substituição de pontes de madeira; obras de pavimentação; mudança no projeto executivo de obras de afastamento no trecho que liga Almenara a Jacinto para incluir três pontes.

2014 – Reunião com o Diretor Geral do DNIT, solicitando esclarecimento sobre a situação das obras da BR-367. Solicitou a inclusão das obras na BR-367, no Regime Diferenciado de Contratação para licitação especial, para permitir que as obras não fossem interrompidas no período eleitoral.

2015 – Cobrou do Diretor Geral do DNIT e do Ministro dos transportes o projeto executivo e a conclusão das obras da BR-367. Pediu a inclusão das obras, da BR-367, como prioridade da Bancada Mineira no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias. Realizou audiência pública na Comissão de Agricultura buscando soluções emergenciais para a BR-367. Solicitou ao Diretor Geral do DNIT, providências para construção da ponte sobre córrego Rubim, no trecho que liga Almenara a Jacinto. Realizou audiência no Ministério dos Transportes cobrando mais uma vez o projeto executivo das obras da BR-367. Visitou Virgem da Lapa e ouviu relatos das dificuldades enfrentadas pela população, devido à situação crítica na BR-367. Visitou o trecho na BR-367, que derrubou a ponte durante o protesto pelo descaso das autoridades e solicitou a reconstrução da ponte.

2016 – Como coordenador da Comissão de Obras Paradas do Governo, incluiu a BR-367, na pauta prioritária da Comissão. Pronunciou em plenário.

2017 – Apresentou emenda ao projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias incluindo a construção do Trecho Rodoviário – Divisa BA/MG Salto da Divisa ao Entroncamento MG 406 em Almenara.

2018 – Agendou nova audiência pública para cobrar das autoridades as obras da BR 367.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *