Publicidade
FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  
Inicio » Emprego » Número de mães que deixam o mercado de trabalho é quatro vezes maior que o de pais, aponta Catho

Número de mães que deixam o mercado de trabalho é quatro vezes maior que o de pais, aponta Catho

Número de mães que deixam o mercado de trabalho é quatro vezes maior que o de pais, aponta Catho

Segundo o estudo, apenas 8% das mães entrevistadas conseguiram voltar a trabalhar em menos de seis meses e 31% levaram mais de três anos ou não retornaram.

Número de mães que deixam o mercado de trabalho é quatro vezes maior que o de pais, aponta Catho
Número de mães que deixam o mercado de trabalho é quatro vezes maior que o de pais, aponta Catho

 

Conciliar vida pessoal com vida profissional é uma tarefa que exige sacrifícios de qualquer um, mas quando se trata de mulheres que se tornaram mães, o esforço é ainda maior. É o que comprova uma pesquisa da Catho: 30% das mães já abriram mão do emprego após a chegada dos filhos, enquanto entre os pais o número é de apenas 7%.

Pais

Mães

Sim

7%

30%

Não

93%

70%

* Profissionais que já deixaram o mercado de trabalho para cuidar dos filhos (excluindo licença maternidade)

A hora de retornar ao mercado também é mais difícil para as mães. Daquelas que deixaram o mercado por conta dos filhos, apenas 8% conseguiram voltar ao mercado em menos de seis meses, enquanto entre os homens o índice é de 33%. Quando somadas, as mulheres que demoraram mais de três anos para se recolocar e as que ainda não conseguiram retornar, o número chega a 31%. Entre os homens o índice é de 19%.

Pais

Mães

Menos de 6 meses

33%

8%

6 a 12 meses

32%

23%

1 a 2 anos

10%

28%

2 a 3 anos

5%

9%

Mais de 3 anos

5%

15%

Não retornei

14%

16%

* Tempo para retorno ao mercado de trabalho

As mães também são mais pessimistas quanto ao crescimento na carreira. Quando questionadas, 60% delas avaliam suas perspectivas como ruins ou péssimas, contra 47% dos homens que têm filhos.

Os dados mostram que, uma vez que se tornam mães, as dificuldades das mulheres no desenvolvimento de suas carreiras aumentam. “Isso demonstra ainda uma percepção cultural de que as mulheres se envolvem mais na criação dos filhos do que os homens, por isso as limitações para elas seriam maiores. Uma maneira de equilibrar essa balança é que os homens também comecem a dividir de uma maneira mais igualitária as tarefas familiares”, diz Simone Damazio, Gerente de Gente e Gestão da Catho.

PaisMães
Péssima16%21%
Ruim31%39%
Bom43%33%
Ótimo7%5%
Excelente4%2%

*Como avalia as perspectivas de crescimento na empresa para os próximos anos

As empresas também podem contribuir para melhorar esse quadro. “Uma estratégia que pode beneficiar as mulheres e os empregadores, por exemplo, é apoiar a paternidade ativa, com ações como licença estendida, abono para participação em reuniões escolares e afins. Permitir que o trabalho possa ser feito de casa, por home office, com horários mais flexíveis, especialmente nos primeiros anos de vida da criança, também ajuda. Com isso as mães conseguirão ser mais eficientes na gestão do seu tempo, além de contribuir para diminuir o número de mulheres que deixam o mercado após o nascimento dos filhos, tendo mais oportunidades em suas carreiras “, diz Simone.

A pesquisa da Catho foi realizada em janeiro de 2018. Ao total foram 5.120 respondentes de todo o Brasil. Sendo 54,6% homens e 45,4% mulheres.

Sobre a Catho

A Catho é o maior e mais completo site de empregos do país. São mais de 700 colaboradores que trabalham para ajudar as pessoas a se realizarem profissionalmente e as empresas a serem mais produtivas. Com uma cultura aberta à inovação, à criatividade e onde a diversidade e inclusão são estimuladas e vivenciadas de verdade, a Catho está entre as melhores empresas para trabalhar em Barueri e região, segundo o Great Place to Work (GPTW). A partir do seu site, atualmente com 220 mil vagas de emprego, a Catho promove o encontro entre candidatos e empresas, oferecendo um amplo leque de ferramentas, produtos e conteúdos.

A Catho faz parte do grupo SEEK, líder mundial no segmento de recrutamento online e a maior empresa do mundo em valor de mercado na sua área de atuação. Presente na Bolsa de Valores da Austrália, a Seek atua em países como China, Austrália, Índia, México, Indonésia, Nigéria, África do Sul, Hong Kong e Singapura

Leia Também

Saiba como conhecer Nova York fazendo um cruzeiro pelo rio que corta a cidade

* Por: da redação - 16 de agosto de 2018. Saiba como conhecer Nova York …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *