Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

Curso Instalador Energia Solar

Dois homens são presos por estupro pela Polícia Civil no Norte de Minas

Dois homens são presos por estupro pela Polícia Civil no Norte de Minas

Nesta quinta-feira (28/06/2018), em Jaíba no Norte de Minas a Polícia Civil prendeu a Jurandir Lopes de Oliveira, de 48 anos, e Aroldo Lopes de Oliveira, de 28 anos por estupro, na Operação Stuprum. A operação foi denominada Stuprum, que traduzido em latim é o nome dos crimes praticados pelos alvos.

Dois homens são presos por estupro pela Polícia Civil no Norte de Minas
Dois homens são presos por estupro pela Polícia Civil no Norte de Minas

 

De acordo com as informações da Polícia Civil (PC) em 1998, Jurandir estuprou uma menina, crime com pena de seis a dez anos. Ele foi condenado pela comarca de Manga e o mandado expedido em 2017.

Já o outro preso, Aroldo Lopes, em 2011, se relacionou amorosamente com uma adolescente, de 13 anos, praticando o crime de estupro de vulnerável, com pena de oito a 15 anos. O mandado também foi expedido em 2017.

Segundo Polícia Civil (PC), após cinco meses de trabalhos investigativos, com o apoio da Agência de Inteligência da Delegacia Regional de Janaúba, para descobrir o paradeiro dos alvos, a Polícia teve êxito. Foi descoberto que ambos se encontravam morando em Jaíba.

Ambos serão encaminhados ao Presídio de Manga para cumprimento da pena.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *