FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Esporte » Copa do Brasil » Cruzeiro empata com o Atlético-PR e avança na Copa do Brasil

Cruzeiro empata com o Atlético-PR e avança na Copa do Brasil


Cruzeiro empata com o Atlético-PR e avança na Copa do Brasil

Não foi uma grande atuação do Cruzeiro, mas o mais importante, que era a classificação, veio sem maiores sustos e com a assinatura do meia Arrascaeta.

De volta ao Cruzeiro, após ter disputado a Copa do Mundo, Arrascaeta abriu o placar para o Cruzeiro
De volta ao Cruzeiro, após ter disputado a Copa do Mundo, Arrascaeta abriu o placar para o Cruzeiro

 

Ele foi para a Copa do Mundo, ficou mais experiente, mais valorizado e voltou com a estrela de sempre. O uruguaio mostrou muita categoria para enganar a marcação, tirar do goleiro rival e garantir a Raposa nas quartas de final da Copa do Brasil. O Atlético-PR conseguiu empatar, aos 46 minutos, com Bergson, porém não havia tempo para mais nada. O empate por 1 a 1 fez a Raposa se confirmar como rival do Santos na próxima fase e eliminar o Furacão.

Agora, os cruzeirenses irão esquecer o torneio para focar na Série A do Brasileirão. A equipe pegará o América, na quinta-feira, e o Atlético-PR, no domingo, ambos em casa, quando vai em busca da vitória e de um ataque mais criativo e efetivo, coisa que não aconteceu no embate desta noite.

O jogo começou bastante truncado e com pouca criação ofensiva das duas equipes. Com a desvantagem no placar agregado, pois perdeu em Curitiba o primeiro jogo por 2 a 1, o Atlético-PR passava a maior parte do tempo com a bola, mas sem muita criatividade. Lucho González, Raphael Veiga e Nikão se movimentavam pelos setores do ataque e tentavam municiar o centroavante Pablo, porém esbarravam na forte marcação cruzeirense. Precisando vencer, os paranaenses produziram muito pouco e só finalizaram na direção do gol aos 36 minutos, quando Pablo chutou rasteiro e o goleiro Fábio defendeu.

A Raposa, com a vantagem, preferiu não correr risco. Atacava com pouca gente e tinha pouca inspiração para criar. Os erros de passe também impediam a equipe celeste levar maiores perigos para a meta rival. O primeiro lance de perigo cruzeirense foi apenas aos 44 minutos do primeiro tempo, com Rafael Sóbis arriscando de fora da área e a boa defesa do goleiro Santos.

No segundo tempo, foi a vez do Cruzeiro propor o jogo e o Atlético-PR esperar um pouco mais. No entanto, o resultado foi o mesmo: muita marcação e pouca produção ofensiva das duas equipes. Os donos da casa ganharam mais mobilidade no ataque com a entrada de Raniel, que chegou a pedir pênalti após driblar o goleiro Santos, mas o árbitro assinalou simulação. O time comandado por Mano Menezes conseguiu assustar aos 28 minutos. Edilson chutou de fora da área, no meio do gol, e Santos mandou para escanteio.

O Furacão, precisando da vitória, foi buscar mais o ataque, coisa que pouco fez na segundaetapa. Aos 30 minutos, veio a primeira chance com perigo. O lateral-esquerdo Renan Lodi entrou livre na área, após bom passe de Nikão, mas foi travado na hora do chute.

Com o rubro-negro se mandando ao ataque, sobrou a Raposa que, em um contra-ataque mortal, abriu o marcador. Arrascaeta tirou a marcação e tocou no canto, sem chance para o goleiro Santos.

Aos 46 minutos, quando a fatura parecia liquidada, a defesa celeste vacilou e Bergson, empatou, dando contornos dramáticos ao jogo. Mas não havia tempo mais nada e a China Azul pôde festejar a classificação.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *