Últimas Notícias

Chegam a 18 as mortes por chuvas em Minas Gerais

Chegam a 18 as mortes por chuvas em Minas Gerais

Subiu para 18 o número de mortes no período chuvoso em Minas. Nesta quinta-feira (3), foi localizado o corpo de Silvia Fátima Nascimento, de 41 anos. Ela estava desaparecida desde 24 de dezembro, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, após o carro em que estava cair em um córrego e ser levado pela enxurrada.

Corpo estava boiando na área de uma usina, no rio Paraibuna
Corpo estava boiando na área de uma usina, no rio Paraibuna

 

O corpo foi encontrado, pela manhã, boiando no rio Paraibuna, em Belmiro Braga, distante cerca de 30 quilômetros do local onde a mulher sumiu. Na área funciona uma usina pertencente ao grupo Votorantim.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, foi um funcionário da empresa que percebeu a situação e acionou a Polícia Militar. A família reconheceu Silvia por meio de uma tatuagem que ela tinha nas costas. Em nota, a Votorantim lamentou a tragédia e disse estar colaborando com as investigações.

Ocorrências

Dos 18 óbitos registrados no Estado desde outubro, quando começou a temporada de chuva, sete foram na capital mineira. Outras cinco pessoas morreram em São João Batista do Glória, no Sul, quando foram surpreendidas por uma tromba d´água em uma cachoeira. As vítimas praticavam rapel.

Até agora, conforme boletim divulgado pela Defesa Civil, 14 municípios de Minas decretaram situação de emergência por conta dos temporais.