Semana Global do Empreendedorismo - CLIQUE AQUI

Últimas Notícias
Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Minas Gerais » Minas Gerais tem mais de 7 mil casos prováveis de dengue em 2019

Minas Gerais tem mais de 7 mil casos prováveis de dengue em 2019

Minas Gerais tem mais de 7 mil casos prováveis de dengue em 2019

Minas Gerais tem mais de 7 mil casos prováveis de dengue em 2019
Minas Gerais tem mais de 7 mil casos prováveis de dengue em 2019

 

O governo de Minas divulgou, nesta terça-feira (29), boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de dengue, chikungunya e zika vírus no Estado. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), um número maior de casos é esperado para esta estação. 

Dengue em 2019

Até o momento, há duas mortes investigadas por dengue em Minas e 7.505 casos prováveis, que unem os relatos confirmados e os suspeitos, da doença.

Febre chikungunya

Em relação à febre chikungunya, Minas Gerais registrou 130 casos prováveis da doença e dois óbitos em investigação.

Zika 

Nos primeiros 28 dias do ano, foram registrados 34 casos prováveis da doença.

Sazonalidade

Segundo a SES-MG, um registro maior de casos é esperado para este período, caracterizado por meses quentes e chuvosos. O motivo é a sazonalidade da doença. O Estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes.

A pasta também informou que as ações de controle da dengue, chikungunya e zika vírus ocorrem durante todo o ano. Dentre as ações, estão, segundo a SES:

– Realização de reunião técnica com as regionais de saúde em setembro de 2018 para revisão das atividades do Programa Estadual de Controle das Doenças Transmitidas pelo Aedes;

– Monitoramento dos indicadores municipais do PROMAVS (Programa de Monitoramento das Ações de Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais). Dentre todos os indicadores, um deles é referente à obrigatoriedade de cadastro dos agentes de combate a endemias (ACE) no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde) pelo município, mantendo vínculo no serviço. Isso gera continuidade nas ações de prevenção e controle das arboviroses;

– Elaboração dos Planos de Contingência Estadual e Municipais para prevenção e controle das doenças transmitidas pelo Aedes. A partir da fase em que o município se encontra algumas ações são desencadeadas pelo Estado.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *