FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Minas Gerais » MG – ANATER faz balanço de sua atuação no estado de Minas Gerais

MG – ANATER faz balanço de sua atuação no estado de Minas Gerais

MG – ANATER faz balanço de sua atuação no estado de Minas Gerais

Em audiência  na Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), em Belo Horizonte, o presidente da Agência Nacional e Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), Valmisoney Moreira Jardim, apresentou à secretária Ana Maria Soares Valentini os projetos que estão sendo executados pela Anater no Estado de Minas Gerais, beneficiando milhares de agricultores familiares mineiros. Também participou da reunião o diretor administrativo da Anater, Ricardo Peres Demicheli.

MG - ANATER faz balanço de sua atuação no estado de Minas Gerais
MG – ANATER faz balanço de sua atuação no estado de Minas Gerais

 

O presidente relatou à secretária que em maio de 2017 o Estado de Minas Gerais aderiu ao Pacto Nacional pelo Fortalecimento da Ater, oficializando o compromisso público com a União, possibilitando à Anater firmar parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater–MG). “A Ater pública do Brasil começou por Minas Gerais há mais de 70 anos e o serviço no estado mineiro é uma referência para o país. Hoje, temos vários projetos em execução em parceria com a Emater, e a soma da proposta inovadora da Anater com a expertise da Emater está contribuindo sobremaneira para qualificar a produção em todas as regiões do estado”, avalia.

Segundo o presidente, os projetos estão beneficiando mais de 11, 5 mil agricultores familiares e 113 empreendimentos da agricultura familiar (cooperativas e associações). “Minas Gerais é um estado com grande atividade agropecuária e o diferencial da parceria da Anater é exatamente a diversidade do público beneficiado, que integra agricultores familiares de diferentes áreas produtivas”, destaca.

O projeto Piloto foi o primeiro a ser iniciado no estado, em parceria com a Emater-MG, beneficiando 3.800 agricultores familiares em 148 municípios, em sua maioria da região de abrangência da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). “As ações inicias foram ampliadas, com oferta de serviços de Ater para 800 agricultores familiares dos perímetros irrigados do Jaíba e Gorutuba, na Serra Geral de Minas. Em seguida, o projeto também passou a integrar 1000 famílias de agricultores, mulheres e jovens rurais produtores de leite, contribuindo para o enfretamento da situação de vulnerabilidade econômica e social em 46 municípios do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba”, completa o presidente.

Já o projeto D. Helder Câmara está beneficiando 6.560 famílias de agricultores de 139 municípios do Semiárido mineiro, com ações referenciais de combate à pobreza. As ações da Anater também estão beneficiam 450 agricultores familiares que integram o Programa Nacional de Crédito Fundiário, em 17 municípios mineiros.

Além da assistência técnica direta a famílias de agricultores, com o projeto Ater Mais Gestão, a Anater está ofertando qualificação gerencial para 113 organizações de agricultores familiares. “O objetivo do programa é tornar esses empreendimentos mais eficientes para participar dos mercados disponíveis, especialmente o institucional”, explica o presidente.

De acordo com o presidente, para esses três últimos projetos, além da parceria com a Emater, também foi aberta chamada pública para contratação de empresas prestadoras de Ater.

QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

O presidente também ressaltou que a Anater está qualificando os extensionistas rurais mineiros, visando gerar conhecimento e inovações tecnológicas com base na realidade local, elevando a abrangência e a qualidade da assistência a ser ofertada aos agricultores e suas organizações econômicas. Segundo o presidente, nos dois últimos anos, mais de 700 extensionistas rurais mineiros já passaram pelo Programa de Formação da Anater.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *