Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias
Curso - Fórmula da Eleição 2020
Inicio » Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Fora de Rota

Coluna da Jerusia Arruda – Fora de Rota

Coluna da Jerusia Arruda – Fora de Rota

FORA DE ROTA

Em entrevista à GloboNews em Bogotá, nesta segunda-feira, o vice-presidente, Hamilton Mourão disse que o Brasil não considera “em hipótese alguma” permitir que os EUA usem o território do Brasil numa eventual intervenção na Venezuela. Mourão está em Bogotá participando de reunião do Grupo de Lima. Na entrevista, o vice-presidente disse que a Venezuela não conseguirá sair sozinha do regime chavista e sugeriu que organismos internacionais, como ONU e OEA, determinem sanções ao governo de Nícolas Maduro.

GUERRA E PAZ

Na reunião do Grupo de Lima, o já autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, afirmou que “não há dilema entre guerra e paz” no seu país, porque é a paz deve “prevalecer”.

ESCOLHA

Representando os Estados Unidos no Encontro de Lima, o vice-presidente americano, Mike Pence, em tom bem menos conciliador que o de Mourão e Guaidó, mandou recado para os militares que apoiam Maduro:  “Façam a escolha certa por suas famílias e fiquem ao lado de Guaidó”.

REFORMA PREVIDÊNCIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deixou claro que se a criação de um regime de capitalização no sistema previdenciário brasileiro, conforme previsto na reforma da Previdência, for prejudicial aos mais pobres, dificilmente a proposta será aprovada no Congresso.

DIFICULDADES

Para que a proposta de reforma da Previdência seja aprovada são necessárias votações em dois turnos na Câmara e no Senado, além de um quórum qualificado, sendo 308 votos na Câmara e 49 no Senado outros – 3/5 dos votos em cada Casa. A expectativa do governo é contar com   uma base parlamentar de 372 deputados, e a oposição na Câmara tem 140 deputados de diversos partidos. Mas fidelidade nunca foi um forte no Congresso, nem dos aliados do governo, nem da oposição, sendo impossível fazer qualquer previsão neste momento.

 VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a criação de uma comissão externa, com ônus para a Câmara, para acompanhar os casos de violência doméstica contra a mulher e de feminicídio no País. Flávia Arruda (PR-DF), autora do requerimento, destacou que não basta criar penas sem que as estruturas de apoio às mulheres efetivamente funcionem para ajudar aquelas que precisam do poder público. “Pretendemos que nossos trabalhos impeçam que casos absurdos caiam no esquecimento e encorajem as mulheres para darem um grito de basta”, afirmou.

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *