NordVPN 75% OFF

Vaga no Bolso
Inicio » Economia » ANATER apresenta aos gestores federais sua estrutura de gestão

ANATER apresenta aos gestores federais sua estrutura de gestão

ANATER apresenta aos gestores federais sua estrutura de gestão

A Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) promoveu um workshop, nesta quarta-feira (13/03), em Brasília/DF, com objetivo para apresentar aos novos gestores federais suas ferramentas e o modelo de contratação de serviços de Ater.

ANATER apresenta aos gestores federais sua estrutura de gestão
ANATER apresenta aos gestores federais sua estrutura de gestão

 

Com o tema “Processo de Contratação de Serviços de Ater”, o workshop abordou temas como credenciamento, contratação, monitoramento, avaliação e gestão de contratos, e contou com a participação de representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério da Cidadania, Ministério do Desenvolvimento Regional, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e Codevasf.

De acordo com o presidente substituto da Anater, José Maria Pimenta Lima, a Anater tem como finalidade implementar e coordenar os serviços de assistência técnica do país, e é importante que os novos gestores federais conheçam a forma como sua estrutura foi organizada para facilitar o diálogo e a parceria. “A Anater vem se consolidando como uma agência preparada para cuidar dos serviços de Ater do governo federal, constituindo-se no principal eixo institucional para o desenvolvimento, organização e fortalecimento de um revigorado sistema nacional desses serviços. Mesmo com uma estrutura enxuta e racionalizada, porém ágil e resolutiva, hoje, a Anater tem plenas condições de coordenar os serviços de Ater demandados pelos Ministérios ou demais áreas do Governo e cooperações internacionais”, avalia.

Representando o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no workshop, o secretário-adjunto de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Ewerton Giovanni dos Santos, destacou que a perspectiva do Mapa é que a Anater não apenas garanta à agricultura familiar uma assistência técnica de qualidade, mas também tenha o papel primordial de alanvacar todo o setor produtivo do agronegócio brasileiro, ressaltando que a agricultura familiar é um dos motores mais importantes do setor. “Atualmente, a Anater é gerida por meio de um contrato de gestão firmado com a secretaria de Agricultura Familiar, mas o que se desenha para os próximos dias, por meio de um novo decreto, é um contrato de gestão administrativo com o Mapa e abertura para firmar termos de parceria com os demais ministérios.  Portanto, a Anater passa a se abrir para a Esplanada, de forma a dar suporte necessário para implementação dessas políticas”, explica.

Segundo o secretário, várias iniciativas já estão sendo tratadas com vários ministérios, onde a Anater será ferramenta imprescindível. “Adianto que o Mapa, através da secretaria de Agricultura Familiar, já desenha uma nova proposta de monitoramento e avaliação, e também já se propõe a implantar um programa de desenvolvimento específico para o Nordeste, por meio das ferramentas aqui hoje apresentadas. Por isso é importante a presença dos gestores neste evento, para que possam conhecer o trabalho que a Anater já tem disponível, com grande potencial de execução das políticas de cada uma de nossas secretarias, e que poderão potenciar as políticas públicas existentes hoje no Brasil”.

O secretário nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural do Ministério da Cidadania, José Cavalcante, diz que o Ministério possui vários projetos que dependem de assistência técnica. “Vimos ao workshop para conhecer as ferramentas da Anater e analisarmos a possibilidade de firmar parceria na execução das políticas públicas do nosso Ministério, e ficamos bem satisfeitos com o que nos foi apresentado e estamos abertos ao diálogo”.

Andréa Rachel Ramos Cruz Sousa, gerente de apoio à produção dos empreendimentos de irrigação da Codevasf, diz que há muita convergência nas ações da Anater com os projetos da Codevasf. “Quero parabenizar a Anater por mostrar esse potencial que é tão importante. A Codevasf tem 35 projetos de públicos de irrigação e cerca de 14 mil agricultores irrigantes, e esse é nosso ponto de convergência. São famílias que precisam ser capacitadas, que precisam de apoio e assistência técnica. A Codevasf está à disposição da Anater para trocar experiências e para futuramente construir uma parceria nesse sentido, de levar essa ferramenta que a Anater está construindo para os nossos agricultores familiares”, planeja.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NordVPN 75% OFF