SMART FIT - MONTES CLAROS

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Inutilidades Públicas

A Missionária Aparecida Maria do Amor Divino de Jesus,  está  evangélica a cinco anos, na Igreja do Sagrado Sangue de Jesus da Cruz,  para dizer que todos devem se arrepender dos pecados e ir para a Igreja, pagar dez por cento do que ganha, ela deu uma entrevista polêmica a  Radio Norte Mineira Cabeça de Pequi. Vejamos:

Radialista: Missionária, qual o motivo da rixa entre a senhora e a Pastora Luiza Maria?

Missionária: Como a maioria das adolescentes da minha época, comigo não  foi diferente! Lembro-me de tudo.  Oh meu Deus eu ainda me lembro, estava na  sétima série. O cara era um vendedor de Atlas, aquelas enciclopédias, eu precisava muito comprar aqueles livros e meus pais não podiam, o homem se chamava Gervasio era um negro de cabelo Black Power. Ele fazia gracinha comigo dizendo que eu estava sempre com frio, pois os bicos dos meus seios eram diariamente  arrepiados. Um dia a professora pediu que eu fosse a Biblioteca pegar um livro para ela, lá estava o Gervasio, sozinho arrumando alguns livros nos fundos da sala, a moça tinha faltado, quando o vi, os bicos dos meus seios ficaram ainda mais arrepiados, não entendia porquê. Falei do livro para a Professora ele disse que estava na terceira prateleira que eu poderia subir e pegar, eu disse que estava de saia, ele falou que não tinha problemas, subi e ele ficou segurando a escada me olhando, justamente naquele dia que eu estava sem calcinha por conta de uma assadura. Ele então tirou o pênis para fora e ficou masturbando, eu achei engraçado aquilo e desci como se nada estivesse acontecendo. Ele trêmulo disse que me daria a coleção de Atlas se eu colocasse a boca ali, eu disse que  me desse os livros primeiro e que eu chuparia depois da aula, ele marcou então para eu ir dentro do Vagão que ficava parado depois da linha. Eu tinha uma colega  da mesma idade, pobre como eu, que também como eu, queria muito os livros de pesquisa, ela se chamava Luiza Maria. Quando ela viu a coleção ficou em êxtase, seus olhos de inveja queimavam minha pele, eu a chamei de lado e propus. “Se você chupar a mandioca do Gervasio em meu lugar te dou um livro, pode escolher!” Luiza sorridente disse; “Só chupar, eu chupo!” Depois da aula, fomos ao encontro do tarado, ela  ficou escondida e eu falei com ele que só faria se ele vendasse os olhos. E foi assim que Luiza Maria chupou no meu lugar.

Radialista: A senhora nunca se arrependeu de ter feito isso com a colega?

Missionária: Me arrependi sim e muito. Gervasio virou artista de cinema, fez filme até com Bruna Lombardi. Luiza Maria aquela pastora safada é amiga de Facebook dele, eu ele nem se lembra, Deus é mais.

Riso da Hora

 

Fica assim, amanhã tem mais…

 

 

Hesiodo José
Hesiodo José

Aviso

  • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)
 

Um comentário

  1. Seus artigos são bem informativos, vendo que muitas pessoas buscam informações relevantes, muito bom quando encontramos conteúdo de qualidade como esse, parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *