NordVPN - A melhor oferta de VPN

Vaga no Bolso

Inicio » Mais Seções » Saúde » Saúde – Uma força-tarefa contra Aedes aegypti

Saúde – Uma força-tarefa contra Aedes aegypti

Saúde – Uma força-tarefa contra Aedes aegypti

Crianças atendidas pela LBV ensinam como combater o mosquito

Saúde - Uma força-tarefa contra Aedes aegypti
Saúde – Uma força-tarefa contra Aedes aegypti

 

Mobilizar a sociedade a formar uma força-tarefa para o combate ao Aedes aegypti, transmissor do Zika e também vetor da dengue e da chikungunya é um dos objetivos da campanha Eu ajudo a mudar! promovida pela Legião da Boa Vontade (LBV) em todo o país. As crianças, todas atendidas pela Instituição, ensinam ações simples, mas importantes para o combate eficaz ao mosquito. Acesse, assista e compartilhe: https://www.lbv.org/as-criancas-da-lbv-sabem-como-combater-a-dengue-quer-aprender 

Um trabalho que ajuda a mudar o mundo para melhor

Em 2018, a LBV prestou, mais de 13,5 milhões de atendimentos e benefícios à população em 211 cidades brasileiras, por meio de seus 72 Centros Comunitários de Assistência Social, três Abrigos para Idosos, um Centro de Assessoramento, cinco Escolas de Educação Básica e uma Escola de Capacitação Profissional, além de diversas campanhas de mobilização social, emergenciais, de conscientização e de valorização da vida.

Sua doação faz a diferença!

Para dar continuidade ao amplo trabalho que realiza na melhoria da qualidade de vida de milhares de pessoas e famílias em risco social, oferecendo educação, cultura, saúde, alimentação, oportunidades, cidadania, dignidade, confiança no futuro e bem-estar, a Legião da Boa Vontade conta com a ajuda de todos.

Colabore!

As doações para a manutenção dos programas socioeducacionais da Legião da Boa Vontade podem ser feitas pela página eletrônica www.lbv.org. Acesse os perfis da Instituição nas redes sociais no endereço: LBVBrasil no Facebook, no YouTube e no Instagram.

 

 

 

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *