NordVPN 75% OFF
Inicio » Esporte » Brasileirão » Brasileirão 2019 – Cruzeiro joga mal, tem Edilson expulso e perde por 3 a 1

Brasileirão 2019 – Cruzeiro joga mal, tem Edilson expulso e perde por 3 a 1

Brasileirão 2019 – Cruzeiro joga mal, tem Edilson expulso e perde por 3 a 1

Para encarar o Internacional, fora de casa, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Mano Menezes, do Cruzeiro, seguiu com a ideia de rodar o elenco. Entre as novidades, a presença de Pedro Rocha, que não estava inscrito na primeira fase da Libertadores e Thiago Neves, voltando aos poucos de contusão e em busca de adquirir um melhor ritmo de jogos. Referências como Henrique, Robinho e Rodriguinho ficaram de fora, abrindo chance para nomes que costumam manter o equilíbrio no setor de meio-campo. 

Brasileirão 2019 - Cruzeiro joga mal, tem Edilson expulso e perde por 3 a 1
Brasileirão 2019 – Cruzeiro joga mal, tem Edilson expulso e perde por 3 a 1

 

As peças celestes renderam pouco e ficaram longe de conseguir ajudar a equipe mineira. Depois de um primeiro tempo mais equilibrado, sem sofrer tanto, o Cruzeiro caiu de produção na segunda etapa e chamou o Internacional para o seu campo. Mais presente no campo de ataque, o time da casa pressionou e saiu de campo com a vitória por 3 a 1.

Os gols

1 x 0 – O placar foi aberto aos 30min, com Nonato. Depois da falta cobrada por D´Alessandro desviar na barreira e enganar Fábio, a bola bateu na trave e deu rebote. O meio-campo do Inter cabeceou para o gol aberto para colocar o time da casa na frente.

1 x 1 – Cinco minutos depois, o empate veio com Dedé. Na cobrança de falta da intermediária, a bola foi alçada por Thiago Neves no segundo poste. Dedé chegou por trás da zaga, de carrinho, para empurrar pra dentro.

2 x 1 – Após erro de passe do Cruzeiro no meio-campo, D´Alessandro enfiou boa bola que foi interceptada por Fábio. Foi somente no terceiro rebote que Guerrero empurrou pra dentro, depois da zaga celeste afastar o perigo por seguidas vezes.

3 x 1 – O gol de Moledo veio em lance parecido com o do primeiro tento. Em falta de longe, Fábio resvalou na bola, que acertou o travessão. No rebote, o zagueiro marcou com o gol sem goleiro.

Destaque

A mudança do Internacional no segundo tempo foi primordial no resultado final. Depois de um primeiro tempo apenas razoável, o time colorado esteve mais no campo adversário na etapa final para conseguir pressionar e sair com a vitória. O pênalti perdido por D´Alessandro no segundo tempo poderia ter feito o triunfo ter sido mais elástico.

Polêmica

Mesmo com o VAR, a arbitragem falhou em um dos lances. No gol de empate do Cruzeiro, Dedé empurrou para as redes após cruzamento de Thiago Neves. Fred, na hora do passe, estava adiantado e participa da jogada por quase tocar na bola. O lance não foi percebido ou solicitado pelo árbitro de vídeo, que não sugeriu revisão da jogada ao árbitro Raphael Claus.

O árbitro

Sem receber sinal de revisão do lance no gol de Dedé, Raphael Claus foi bem nos lances que estavam ao seu alcance. A partida encaminhava tranquila, sem grandes ocorrências. Foi apenas um pedido de pênalti para o Inter, aos 35min do segundo tempo, que algumas discussões aconteceram entre os jogadores. A coisa esquentou nos últimos minutos após a expulsão de Edilson. Nico Lopez chegou a partir pra cima do jogador cruzeirense, quando este já estava fora de campo, sem incidentes mais graves sendo registrados apesar de muito bate-boca. O árbitro acertou na marcação do pênalti gaúcho, que acabou sendo desperdiçado por D´Alessandro.

Próximos jogos

A próxima quarta-feira vai reservar a estreia do Cruzeiro pela Copa do Brasil. Bicampeão do torneio nacional, a equipe vai encarar o Fluminense no Rio de Janeiro pelas oitavas de final. O time das Laranjeiras aparece na sequência, no sábado, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Siga O Jornal Montes Claros no Google News – Clique Aqui!


Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *