Vaga no Bolso

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Montes Claros » Montes Claros – População montes-clarense pode doar sucata para embelezar a cidade e promover a cidadania

Montes Claros – População montes-clarense pode doar sucata para embelezar a cidade e promover a cidadania

Montes Claros – População montes-clarense pode doar sucata para embelezar a cidade e promover a cidadania

Montes Claros – A Prefeitura de Montes Claros, em parceria com o Ministério Público Estadual, vem enfeitando vários pontos do município, utilizando mão de obra de pessoas privadas de liberdade e em situação de rua, através do Programa “Para Além das Prisões”. Uma das vertentes do programa é o “Jardim para Borboletas”, que tem a finalidade de homenagear mulheres relevantes para a sociedade através da construção de jardins com esculturas de borboletas feitas em aço.

Jardim para Borboletas
Jardim para Borboletas

 

O secretário municipal de Planejamento e Gestão, que está respondendo pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Cláudio Rodrigues, lembra que interessados em contribuir com o programa podem fazer doações de sucata, pessoalmente, na sede da Secretaria (avenida José Corrêa Machado, 900 – Ibituruna). Eles também podem ligar para o telefone 2211-3337, que os servidores da Secretaria irão buscar o material em qualquer lugar da cidade.

O artista Gu Ferreira, com o apoio dos reeducandos e muita criatividade, está embelezando a cidade, utilizando diversos tipos de materiais recicláveis para representar vários animais: borboletas, seriemas, libélulas, louva-a-deus, formigas, maribondos, escorpiões, etc.

O primeiro Jardim para Borboletas foi instalado na praça da Rodoviária, em homenagem à promotora de justiça Ana Eloísa Marcondes da Silveira, reconhecida pelo seu trabalho no Norte de Minas em defesa do meio ambiente e pela luta por uma sociedade socioambientalmente mais justa. O segundo jardim fica no cruzamento das avenidas Mestra Fininha e Deputado Esteves Rodrigues, em homenagem à enfermeira Antônia Colares, a popular Tonha da Santa Casa. O terceiro, no Trevo da Sion, homenageou Maria de Custodinha.

O promotor Paulo César é um dos idealizadores do programa e se mostra entusiasmado com os resultados positivos já alcançados, uma vez que “a parceria entre a Prefeitura, Ministério Público e iniciativa privada é uma forma correta de mostrar condições de igualdade a todos, contribuindo para devolver a dignidade a reeducandos, melhorar a situação de pessoas em situação de rua e reaproveitar sucatas para embelezar Montes Claros”.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *