Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Mais Seções » As principais diferenças entre cadeiras de escritório

As principais diferenças entre cadeiras de escritório

As principais diferenças entre cadeiras de escritório

O conforto ainda é item principal, mas o design passa a ser diferencial na escolha.

As principais diferenças entre cadeiras de escritório

 

O design modificou a forma com que usamos os objetos do nosso dia a dia. Aprimorando a usabilidade e agregando elegância e conforto, hoje é possível encontrar produtos de acordo com todo tipo de necessidade.

Um dos ambientes que mais fazem uso desses itens são os escritórios: espaços pequenos, repletos de mobiliários usados para todos os fins imagináveis. Com o passar do tempo, entendemos que esses materiais podem ser bonitos e funcionais ao mesmo tempo.

As cadeiras de escritório impulsionaram esse movimento de inovação no design, sem deixar de lado o conforto necessário para quem passa horas sentado em frente às máquinas.

Os modelos antigos eram verdadeiros trambolhos, com alavancas difíceis de manusear, rodas que facilmente davam problemas e materiais pouco duráveis. Hoje, já é possível encontrar uma vastidão de modelos de acordo com tempo de uso, conforto, design e preço.

Adequada à sua rotina 

A principal variável a ser considerada é o tempo de uso. Uma média global indica que passamos por volta de 20 horas por dia sentados ou deitados. O tipo da cadeira que você utiliza influencia diretamente na sua qualidade de vida.

Entre os modelos fixos, giratórios ou ergonômicos, o que não muda é a prioridade por um lugar confortável no qual você se sinta bem, pois é ali onde estará na maior parte do tempo.

Geralmente, as próprias empresas realizam um estudo de acordo com as necessidades de trabalho, adequando, assim, o mobiliário às funções desenvolvidas em determinada área. As cadeiras mais comuns de uso cotidiano são as do tipo executivas e de secretária.

As executivas oferecem ajustes de altura, curvatura e mobilidade para quem passa a maior parte do tempo sentado. As de secretária oferecem menos ajustes, e são indicadas para quem passa mais tempo em circulação.

Em salas de reunião, as cadeiras de diretor e presidente são mais comuns. Elas oferecem apoio total na parte de trás do corpo, com materiais como couro e espumas especiais, além de acabamentos sofisticados.

Para as áreas comuns, opta-se pelas cadeiras longarinas, instaladas em salões de espera, cafés e lounges. Existem ainda as poltronas de auditório, de visita, e as universitárias.

Impacto visual 

Com o surgimento de desenhos de interiores mais elaborados e a preocupação de algumas empresas em fornecer ambientes mais bonitos e convidativos, abriu-se espaço para as poltronas de decoração.

Elas são muito utilizadas em living rooms, recepções e salas vip, agregando valor visual ao ambiente e servindo de cartão de visita para clientes. A identidade visual da empresa passa a estar presente não só no produto que ela desenvolve, mas também na estrutura que abriga seus funcionários.

Dentro dos escritórios, foi possível criar ambientes mais agradáveis e coloridos, servindo de estímulo extra para quem repete funções exaustivas ao longo do dia.

Um desdobramento disso são os coworkings, áreas de trabalho compartilhadas entre profissionais autônomos. Elas oferecem ambientes descontraídos, espaços amplos e infraestrutura adaptável.

Escritório em casa 

Considerando o grande número de home officers em atuação hoje, o mercado começa a oferecer soluções viáveis para quem precisa de conforto para trabalhar, mas não abre mão de agregar valor decorativo em casa.

Várias marcas oferecem produtos bastante em conta, alinhados com as principais tendências de design e ergonomia. O surgimento de outlets de produtos de design também possibilitou o acesso de um novo público, que antes não era atraído pelos valores elevados.

A vantagem é poder direcionar um objeto para uso específico, ao mesmo tempo em que ele passa a compor a decoração de casa.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *