Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Colunistas » Pe. Ezequiel Dal Pozzo » Coluna do Pe. Ezequiel Dal Pozzo – Dá para viver sem Deus neste mundo?

Coluna do Pe. Ezequiel Dal Pozzo – Dá para viver sem Deus neste mundo?

Coluna do Pe. Ezequiel Dal Pozzo – Dá para viver sem Deus neste mundo?

Onde é o lugar de Deus no mundo? Para quê precisamos Dele? Dá para viver sem Deus neste mundo? Como juntar Deus a este mundo? Essas perguntas são importantes, mas nós temos que perceber que o mundo também funciona sem a hipótese Deus. Porém, quando pensamos na relação do mundo com Deus, descobrimos que a fé em Deus é uma ajuda grandiosa para uma convivência mais humana.

Se não existe Deus, ao qual todas as pessoas podem se sentir vinculadas, só vai restar o direito do mais forte, e isto com certeza não é nenhuma bênção para a humanidade nem para a convivência. Poderíamos fazer a seguinte afirmativa: para que as pessoas se tratem mutuamente com humanidade, há necessidade de Deus, mas Deus não se deixa usar, nem mesmo para uma convivência salutar. Ele é aquele que cede tudo, Ele força as pessoas a tomarem consciência de seus limites e só nessa consciência o ser humano vai viver de acordo com sua natureza. Quando a pessoa não acredita em Deus, é tentada a transformar-se ela mesma em Deus.

A bíblia descreve a primeira tentação do ser humano, exatamente assim. Qual foi a primeira tentação do ser humano, de Adão e Eva? Ser igual a Deus. É uma humilhação para a sua grandiosa autoimagem, quando depende de alguém maior. Mas só quando a pessoa olha para algo maior vai viver bem e dignamente e permitirá que as outras pessoas também vivam assim. Quando não reconhece um Deus acima dela, a pessoa tende a procurar outros “deuses”, como o dinheiro, o poder, o sexo, o sucesso… Mas esses deuses não fazem bem ao ser humano. Eles o escravizam.

A fé em Deus é, por isso, a garantia de liberdade. A bíblia descreve nos primeiros capítulos do Genesis: como se parece o mundo quando as pessoas se fazem como deuses! Há mortes e assassinatos. Entre aqueles que queriam construir uma torre até o céu, só houve discórdia em Babel.

Para a bíblia, a fé em Deus é a condição do ser humano poder sobreviver bem com as outras pessoas e segundo sua natureza. E isso não é nenhuma concepção ingênua. Exatamente por que também as pessoas que acreditam em Deus matam as outras e procedem injustamente. Os profetas têm de alertar sempre para que as pessoas se respeitem, tratem as outras com retidão e se amem. Por isso, leitor, a noção Deus no mundo irá nos ajudar e nos inspirar a viver de forma mais humana e mais pacífica.

Padre Ezequiel Dal Pozzo é sacerdote da Diocese de Caxias do Sul (RS). Cantor e compositor, lidera o Projeto Despertai para o Amor, de evangelização através da música e dos meios de comunicação. Já lançou 5 CDS e 1 DVD e roda o Brasil com shows musicais, palestras, missas e pregações. Apresenta diariamente a reflexão Despertai para o Amor em mais de 140 rádios de 19 Estados do Brasil e o programa semanal Despertai para o Amor na TV Evangelizar e na TV Nazaré. É editor da Revista Despertai para o amor de circulação trimestral e autor do livro“Beber na fonte do amor: como a misericórdia humaniza e traz verdadeira alegria”(Edições Loyola).

 

Padre Ezequiel Dal Pozzo
Padre Ezequiel Dal Pozzo

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *