Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Mais Seções » Curiosidades » 6 dicas para manter seu imóvel em boas condições

6 dicas para manter seu imóvel em boas condições

6 dicas para manter seu imóvel em boas condições

6 dicas para manter seu imóvel em boas condições

Saiba quais medidas tomar para manter seu imóvel sempre pronto para alugar.

Diante do cenário de uma crise econômica que já toma conta do Brasil há alguns anos, é sempre bom ter alguma fonte de renda extra que possa fornecer ajuda em momentos de aperto financeiro.

Para algumas pessoas, esse dinheiro adicional pode vir de um imóvel pronto para alugar. Apesar de um imóvel extra ser uma possibilidade de renda extra, nem todo mundo consegue manter uma casa ou apartamento em boas condições para atrair novos moradores.

Muita gente acredita que apenas uma boa localização ou um bom condomínio serão suficientes para alugar o imóvel sem maiores problemas.

Entretanto, não é bem assim que funciona. Novos moradores prezam por outros aspectos que vão muito além de um bom bairro. Confira a seguir algumas dicas para manter o seu imóvel em boas condições e pronto para alugar a qualquer momento.

Não deixe pequenos consertos para depois

Quando um apartamento não está sendo ocupado, é normal que não receba muita atenção dos proprietários. Apesar desse ser um cenário comum, não é o ideal para manter um imóvel sempre em boas condições.

Pequenos defeitos, como infiltrações em áreas úmidas ou envelhecimento da parte elétrica, podem se tornar ajustes demorados e custosos se forem destinados ao reparo apenas em momentos imediatos ao aluguel do imóvel.

Além de tornar o reparo mais caro, o tempo gasto com as obras pode atrasar o aluguel mais do que o esperado, podendo, inclusive, prejudicar o fechamento de um contrato de locação.

Realize visitas constantes 

Um imóvel que não está sendo habitado requer alguns cuidados para se manter sempre em ordem. Uma medida simples que pode evitar muita dor de cabeça é a realização de visitas constantes ao imóvel em questão.

Muitas vezes, as pessoas se esquecem de um apartamento ou de uma casa, e esse tipo de atitude ajuda na desvalorização do mesmo.

Isso porque, ao abandonar completamente o imóvel, mudanças importantes no ambiente passam despercebidas.

Sendo assim, separar um dia por mês para ir até o apartamento, verificar as condições do condomínio e checar o bairro são atitudes que podem ajudar a alugar mais rápido.

Se programe para o começo do ano

Ainda que não seja possível realizar visitas com certa frequência para se manter atualizado do estado do imóvel, busque se programar para a alta temporada de aluguel.

Os primeiros meses do ano — de janeiro a março — são conhecidos por ser a melhor época para alugar um imóvel.

Assim, se possui a intenção de colocar um apartamento ou casa no mercado, reserve um tempo no fim do ano para colocar a casa em ordem e aproveitar esse bom momento para aluguéis.

Vale a pena se programar para rever as condições do imóvel a tempo para o começo do ano.

Conheça bem o seu contrato

Manter o imóvel em boas condições significa cuidar do mesmo após encontrar um novo inquilino. A melhor forma para se proteger de possíveis danos ou gastos inesperados é se amparar de um bom contrato, que cuide dos interesses do locatário.

Apesar de o contrato ser uma etapa extremamente importante, muita gente o deixa nas mãos da imobiliária e não presta atenção a detalhes cruciais.

Dessa forma, é altamente aconselhável revisar todas as cláusulas do documento antes de entregar para assinatura do novo inquilino. Uma simples revisão pode evitar dores de cabeça no futuro.

Verifique qual tipo de garantia oferece mais vantagem

Visando proteger tanto o locador como o locatário, é comum que contratos de aluguel tenham certos tipos de garantias, tais como:

  • Fiador: nessa modalidade uma terceira pessoa se torna responsável pelo pagamento em caso de inadimplência do contrato. Apesar de ser o tipo de garantia mais famosa, não é mais tão utilizada atualmente;
  • Seguro-fiança: apesar de ser menos comum, está começando a se tornar uma opção procurada em muitos contratos. Nesse tipo de garantia, o locador é representado por uma seguradora, que garante o pagamento em caso de inadimplência,
  • Depósito: o inquilino entrega o equivalente a dois ou três meses de aluguel na hora da assinatura do contrato. Esse valor normalmente é usado para garantir os últimos meses de aluguel ou serve como fundo para reformas em caso de avarias no imóvel.

Não esqueça de realizar a vistoria documentada

Visando proteger a integridade do imóvel para futuras locações e gastos desnecessários com reformas, a realização de uma vistoria documentada antes da entrada de um novo inquilino é fundamental.

Tomar esse tipo de medida tem como objetivo anotar cada detalhe da locação e deixar registrado o estado do imóvel antes da entrada do novo morador.

É possível perceber, então, que pequenas ações como essas citadas são capazes de manter um imóvel em ordem para ser alugado a qualquer momento.

É importante tomar conta de um apartamento ou de uma casa até mesmo quando ela já está alugada, isso ajuda a evitar problemas futuros e a manter seu imóvel em ótimas condições.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *