Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Montes Claros – Funcionários de instituições de ensino particulares de Montes Claros estão obrigados a frequentar curso de primeiros socorros

Montes Claros – Funcionários de instituições de ensino particulares de Montes Claros estão obrigados a frequentar curso de primeiros socorros

Montes Claros – A aprovação da Lei Municipal nº 5.211, sancionada pelo prefeito Humberto Souto no dia 12 de dezembro, está fazendo com que professores e funcionários de creches e escolas voltem à sala de aula no papel de alunos para frequentar cursos de primeiros socorros e atender à nova legislação.

Montes Claros - Funcionários de instituições de ensino particulares de Montes Claros estão obrigados a frequentar curso de primeiros socorros
Montes Claros – Funcionários de instituições de ensino particulares de Montes Claros estão obrigados a frequentar curso de primeiros socorros

 

De acordo com a diretriz, as creches e escolas particulares ficam obrigadas a oferecer aos professores e funcionários – que possuam contato direto com os alunos – curso de capacitação em primeiros socorros com, no mínimo, quatro horas de duração, sendo duas horas de explanação teórica e duas horas de atividades práticas.

Segundo a lei, o curso deve ser ministrado, preferencialmente, por profissional médico e/ou enfermeiro com especialização ou, no mínimo, três anos de experiência comprovada em urgência e emergência. As unidades de ensino particulares também deverão ter kits de primeiros socorros.

O curso deverá ser ministrado por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), pelo Corpo de Bombeiros ou por pessoas físicas ou jurídicas previamente habilitadas junto à Secretaria Municipal de Saúde. No SAMU, por exemplo, tanto escolas particulares quanto escolas da rede pública podem requerer, de forma gratuita, a capacitação em primeiros socorros pelo telefone 2211-0008.

O não cumprimento da lei implicará, às instituições de ensino, em advertência por escrito; multa de 100 UREF-MC (que corresponde, em 2020, a R$ 3.751,00), que será aplicada em dobro em caso de reincidência; e cassação do alvará de funcionamento. A lei municipal nº 5.211 entrará em vigor 120 dias após a data de sua publicação, que se deu em 13 de dezembro de 2019.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.