Últimas Notícias
POS ON-LINE PUC MINAS

MG – Estado de Minas Gerais reabre Unidades de Prevenção à Criminalidade

MG – Estado de Minas Gerais reabre Unidades de Prevenção à Criminalidade

MG – O Governo de Minas reabriu, a nesta terça-feira (1/9), todas as 41 Unidades de Prevenção à Criminalidade (UPCs) no estado. A retomada das atividades presenciais tem sido gradual e alguns dos serviços seguirão disponíveis na forma digital.

UPC Montes Claros
UPC Montes Claros Foto; Sejusp/Divulgação

 

Balanço referente ao período de trabalho remoto mostra que houve mais de 13 mil atendimentos de março até agora por meio das UPCs. Alternativas como videoconferências, chamadas telefônicas e aplicativos de mensagens foram usadas para o desenvolvimento dos programas Fica Vivo!, Central de Acompanhamento de Alternativas Penais (Ceapa), Programa Mediação de Conflitos (PMC), Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (PrEsp) e Se Liga.

Subsecretária de Prevenção à Criminalidade, Andreza Gomes destaca que o retorno às atividades presenciais reforça a construção de propostas estratégicas para afastamento da trajetória criminal. “O retorno presencial favorece o acesso a esse público, o atendimento e as intervenções preventivas concebidas por meio dos programas”, avalia. 

Agendamento

Para acessar o atendimento presencial, o público deve fazer uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras e álcool em gel, além de respeitar regras de distanciamento e número máximo de pessoas reunidas em um espaço.

A expectativa é expandir as ações presenciais na UPCs, zelando sempre pela saúde e segurança de todos os envolvidos. 

Fica Vivo! e PMC

Os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos funcionam em 26 Unidades de Prevenção à Criminalidade mineiras. O primeiro atua na prevenção de homicídios dolosos de adolescentes e jovens, na faixa etária de 12 a 24 anos, em áreas onde é registrada maior concentração desse delitos. Já o PMC tem objetivo de estimular o diálogo e o capital social para a promoção de acesso a direitos e de uma segurança cidadã, estabelecendo meios pacíficos para a resolução de conflitos, por meio da mediação comunitária.

Em ambos os programas, os atendimentos são de forma coletiva e individual.

Sete UPCs retomam as oficinas presenciais do Fica Vivo! neste mês de setembro. São elas: Palmital e Via Colégio, em Santa Luzia; Morro Alto, em Vespasiano; Olavo Costa, em Juiz de Fora; Carapina e Turmalina, em Governador Valadares; e Santos Reis, em Montes Claros. 

Atendimento on-line

Os atendimentos virtuais permanecem em conjunto com o retorno gradual das atividades presenciais. Um exemplo é a reunião virtual de grupos do Ceapa, programa cujo objetivo é contribuir para o fortalecimento e a consolidação de alternativas à prisão para homens enquadrados na Lei Maria da Penha e que conta com serviços de equipes interdisciplinares, como profissionais de Direito, Psicologia e Serviço Social.

Os atendimentos presencial e virtual serão usados para os programas Se Liga e o PrEsp, direcionados a jovens que cumprem medidas socioeducativas e de internação e indivíduos que estiveram sob custódia do sistema prisional.