Últimas Notícias

Como investir em games sem ficar endividado?

Como investir em games sem ficar endividado?

Antes comprar novos videogames, é preciso pensar como a aquisição impactará o seu orçamento.

Como investir em games sem ficar endividado?

O ano de 2020 marca um novo capítulo na história dos videogames. Em novembro deste ano, as duas principais fabricantes de consoles do mundo, Sony e Microsoft, irão lançar seus novos modelos. Desse modo, as expectativas dos gamers não poderia estar mais alta.

Porém, a decisão de comprar um novo videogame não será tão simples para os consumidores brasileiros. Por mais que o lançamento seja próximo da Black Friday, o que é uma ótima oportunidade para economizar na compra, ainda será um investimento custoso.

O PlayStation 5 chega ao país custando R$ 4.499 na versão digital, sem leitor de disco, e R$ 4.999 na versão com leitor de Blu-ray. Já o Xbox Series X chega às lojas pelo preço de R$ 4.999, enquanto o Xbox Series S, versão compacta, sai pelo valor de R$ 2.999.

Então, como conciliar compras como essas com o seu orçamento, para que ele não seja comprometido? Abaixo, veja o que é preciso levar em consideração para não entrar no vermelho com esse investimento.

Planejamento

Como toda grande compra, o primeiro passo é que você faça um planejamento. Assim, a aquisição será segura para a sua saúde financeira. O ideal é que, nos últimos meses, o comprador já economize um certo montante de sua renda para fazer essa finalidade, deixando-o intocado em sua conta.

Claro que o fato dos preços terem sido divulgados recentemente atrapalha um pouco esta etapa, mas ainda é possível se ater ao planejamento para fazer a compra. Analise, desde já, quais são as despesas que você terá em um futuro próximo: compras de Natal, IPVA e IPTU, possibilidade de viajar nas férias, etc — tudo conta.

Ao listar essas despesas e projetar o gasto com elas, fica mais fácil definir suas prioridades e chegar a um valor certo, que pode ser dedicado para a compra do console. Porém, é importante lembrar-se de que os gastos não devem superar a sua renda. Você deve ter uma margem boa entre essa diferença, para o caso de surgir algum imprevisto.

Pagamento

Outro ponto crucial é a escolha da forma de pagamento: à vista ou a prazo? Cada uma delas tem pontos a serem considerados. A primeira é vantajosa para que você não tenha dor de cabeça no futuro e, em alguns casos, até consiga um desconto na hora da compra.

Contudo, é necessário ter atenção. Primeiro, porque não é todo mundo que tem esse dinheiro para pagar de uma vez. Segundo que, talvez, seja mais vantajoso pagar em algumas poucas parcelas, para que você tenha um montante disponível para eventuais emergências, como conserto de carro ou despesas médicas inesperadas, por exemplo.

A compra parcelada permite que você não abra mão do valor total guardado. Entretanto, não é recomendado que você opte por pagar em muitas parcelas. Esse será um compromisso que você precisa quitar por muitos meses e que, portanto, fará parte das suas despesas por um longo período.

Assim, o ideal é que você parcele na menor quantidade possível, dentro de sua realidade, como seis, oito ou dez vezes. Evite parcelamentos maiores, para que essa dívida não se arraste, e você não pague ainda mais, uma vez que os juros já estão embutidos nesse tipo de pagamento.

Paciência

Lançamentos como estes fazem com que muitos tenham o receio de se sentirem excluídos. Isso porque, caso seus amigos tenham o videogame, mas você não, haverá a sensação de que você está perdendo boas experiências, fazendo com que se sinta deslocado. Esse pensamento pode levar a compras impensadas e comprometedoras.

Neste momento, por mais que todos estejam falando dos novos consoles, é necessário ter paciência. Se você não puder arcar com a aquisição no lançamento, não tem problema. Planeje-se e organize-se para que você possa fazê-la no melhor momento, mesmo que seja daqui a alguns meses.