Últimas Notícias

Montes Claros – Unimontes será parceira do Governo Federal no treinamento de 380 mil agentes de saúde

Montes Claros – Unimontes será parceira do Governo Federal no treinamento de 380 mil agentes de saúde

Montes Claros – A Unimontes será parceira do Ministério da Saúde no projeto nacional de capacitação de 380 mil Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias. O programa “Saúde com Agente” foi lançado nesta terça-feira (8), no Palácio do Planalto, em Brasília-DF, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. O total de investimento é R$ 280 milhões. O reitor da Unimontes professor Antonio Alvimar Souza e a vice-reitora professora Ilva Ruas de Abreu participaram do lançamento oficial do programa.

Ministro Pazuello e Mayra Pinheiro
Ministro Pazuello e Mayra Pinheiro

 

A meta é a capacitação de 286 mil Agentes Comunitários de Saúde e 95 mil Agentes de Combate às Endemias, que atuam em todo o território nacional. “O programa Saúde com Agente” visa a precocidade na descoberta de doenças que podem ser tratadas rapidamente, e evitar que elas se agravem. Essa é a grande lógica do programa. Os investimentos no atendimento básico à população brasileira é uma das prioridades desta gestão. A iniciativa vai melhorar muito a qualificação do nosso atendimento”, destaca Pazuello.

“Hoje o Ministério da Saúde lança um curso de formação ímpar na história do Brasil e do mundo, que certificará com novas competências e habilidades os agentes de saúde espalhados por todo o Brasil. Esse contingente, maior que o exército brasileiro, consegue chegar em cada comunidade e cada município. O que se espera desse curso é que em pouco tempo nós tenhamos uma redução drástica dos indicadores negativos de saúde”, reforça a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro.

COMO SERÁ NA PRÁTICA

Serão ofertados cursos direcionados aos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias (Vigilância em Saúde), oportunidade em que os profissionais serão capacitados em procedimentos que agora passam a fazer parte da rotina e funções da categoria, como aferição da pressão arterial, medição de glicemia capilar, aferição de temperatura e acompanhamento do cartão de vacina do cidadão. Os agentes também poderão prestar orientação e apoio para a correta administração de medicamentos, detecção de sinais de violência doméstica contra vulneráveis, automutilação, manifestações de doenças mentais, entre outros. A coleta de dados obedecerá a sequência dos ciclos de vida, que contemplam o acompanhamento de indicadores desde a primeira infância, passando pela adolescência, fase adulta e idosos.

Reitor da Unimontes, Antonio Alvimar Souza observa que a escolha da Unimontes como parceira do projeto se deve à robusta história da Universidade no setor educacional ao longo de décadas, principalmente na área de saúde. Reforça que a experiência da Instituição na educação a distância também será fundamental para garantir o sucesso do programa, que atenderá agentes de saúde de todas as áreas no Brasil. “A parceria com o Governo Federal, por intermédio do MS, é essencial para garantir a melhoria da assistência na área de saúde, pois ampliará o trabalho na prevenção e colocará o conhecimento da Unimontes a serviço da sociedade”, observou.

O Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT) da Unimontes montará uma estrutura específica para dar suporte pedagógico ao programa, bem como o controle e certificação. Nos próximos dias, a Unimontes assinará o convênio específico com o MS, com as cláusulas e detalhamento das ações.

Além do reitor e da vice-reitora da Unimontes, também participaram do lançamento oficial do programa o chefe de gabinete da Unimontes, Allysson Danilo Dantas Silva, o assessor estratégico, José Otávio Braga Lima e o diretor do Centro de Educação Profissional e Tecnológica da Unimontes, professor Márcio Antonio Alves Veloso.

Estão envolvidos no Programa: Ministério da Saúde; Ministério da Educação; Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; a Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), por meio da Escola Técnica de Saúde, do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT); e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).