Últimas Notícias

Norte de Minas – AMAMS e CODANORTE alinham plano para geração de empregos

Norte de Minas – AMAMS e CODANORTE alinham plano para geração de empregos

Norte de Minas – Os presidentes da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e do  Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Ambiental Sustentável do Norte de Minas (CODANORTE), José Nilson Bispo de Sá, prefeito de Padre Carvalho e Eduardo Rabelo, prefeito de Francisco Dumont se reuniram ontem de manhã na sede da AMAMS quando alinharam uma atenção conjunta em torno do projeto de desenvolvimento econômico do Norte de Minas, com o foco de gerar 50 mil empregos em dois anos na região. A AMAMS e CODANORTE buscarão forma de incrementar o setor produtivo, tendo em vista que toda atividade econômica passa obrigatoriamente pelo licenciamento ambiental.

Norte de Minas - AMAMS e CODANORTE alinham plano para geração de empregos
Norte de Minas – AMAMS e CODANORTE alinham plano para geração de empregos Foto: Ascom AMAMS

 

O plano de aquecimento da economia da área mineira da Sudene foi criado pela AMAMS em janeiro desse ano, quando o presidente José Nilson Bispo de Sá criou dentro da AMAMS a Superintendência de Desenvolvimento Econômico, que está sob a responsabilidade de Walter Moreira Abreu, diretor regional da Associação Brasileira de Geração Distribuída. A proposta foi apresentada ao governador Romeu Zema e ao secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio e aos diretores do IDENE, INDI e BDMG. Nessa sexta-feira será discutida com os prefeitos do Baixo Jequitinhonha e Alto Rio Pardo, em reunião na cidade de Curral de Dentro e na segunda-feira para as principais entidades de classes do Norte de Minas, em reunião na sede da AMAMS.

O presidente do CODANORTE, Eduardo Rabelo, prefeito de Francisco Dumont garantiu total apoio da entidade ao projeto e parabenizou o presidente da AMAMS, José Nilson Bispo de Sá pela iniciativa, pois lembra que o Norte de Minas tem alto potencial a ser explorado. Citou como exemplo quando o projeto Jequitai entrar em funcionamento, irrigando 35 mil hectares de imediato, o que implicará no mínimo 10 mil empregos. Citou a necessidade de fomentar o turismo, pois Francisco Dumont tem o seu balneário de águas termais, mas que pode ser incrementado. Ele colocou o CODANORTE a disposição para ajudar nessa campanha.