POS ON-LINE PUC MINAS

Angra dos Reis: roteiro para 3, 4 e 5 dias

Região reúne um lugar mais bonito que o outro. Saiba quais deles você não pode deixar de conhecer.

Angra dos Reis, cidade da Região dos Lagos do Rio de Janeiro, é um dos destinos praianos mais bonitos do Brasil. Com águas tranquilas, de forte cor azul ou verde, o lugar é refúgio de quem busca por calmaria e cenários cinematográficos, sem perder o conforto de uma excelente infraestrutura de serviços.

Está pensando em visitar esse destino, mas nem sabe por onde começar com tanta opção de passeio? Saindo da Rodoviária Campo Grande RJ e de vários outros terminais pelo Brasil, você consegue chegar a esse paraíso que vale a sua visita.

Além disso, toda viagem precisa de um bom roteiro, que não deve ser necessariamente seguido à risca, mas funciona como um guia, justamente para que você não fique confuso quando só quer relaxar.

Não existe nada como passar tempo demais em um lugar como Angra, mas a verdade é que a maioria de nós tem poucos dias para dedicar ao passeio. Contudo, com apenas três, quatro ou cinco dias, já dá para criar memórias inesquecíveis. Certamente, as sugestões abaixo irão ajudar.

3 dias: escuna, centro histórico e mergulho

Se você tem poucos dias de viagem, precisa ter uma lista organizada do que não pode perder. Em Angra, fazer pelo menos um passeio de escuna é quase obrigatório. Como o tempo de estadia é limitado, reserve um dia para essa atividade e escolha um passeio que passe por mais de uma ilha.

Uma boa opção é escolher a rota que passa pela Ilha de Cataguazes, pela Lagoa Azul e pelas praias do Araçá e de Japariz. Nesse passeio, o barco costuma parar no meio do mar para que os turistas possam nadar com boias de macarrão nas águas mais transparentes já vistas.

No segundo dia, a dica é ir até à Praia Grande ou à Biscaia, com acesso fácil e sendo muito boas para relaxar. Depois da praia, não deixe de fazer um passeio pelo centro histórico de Angra, que tem construções do século XVII, de frente para o mar — cenário de filme.

No terceiro dia, faça um mergulho. Se você não pode gastar muito, experimente mergulhar apenas com máscara e snorkel. Caso o seu orçamento permita, invista em um mergulho com cilindro e visite algum navio naufragado na região. A experiência é inesquecível. Depois, curta o resto do dia em alguma praia por perto.

4 dias: Ilha da Gipóia, Ilha Itanhangá ou Ilhas Botinas

Se você tiver um dia a mais, passe um deles em algumas das ilhas mais bonitas da região: a Ilha da Gipóia, a Ilha Itanhangá ou as Ilhas Botinas. Para os três destinos, você precisará ir de barco, mas há várias opções de horários saindo do porto de Angra dos Reis.

Ilha da Gipóia: esta ilha tem várias praias, com opções de água tranquila ou mar mais agitado, lugares que são ponto de encontro de surfistas. Além das águas cristalinas, há formações rochosas que criam um cenário impressionante;

Ilha Itanhangá: esta praia tem águas transparentes e tranquilas, em que dá para nadar junto dos peixes, além de uma trilha que leva a uma pedra, proporcionando uma vista incrível da baía de Angra. Em algumas épocas do ano, esse também é um local bem badalado à noite;

Ilhas Botinas: são duas pequenas ilhas de pedra que parecem gêmeas. Os barcos ficam apenas no entorno delas, mas é possível praticar mergulho e nadar com corais e peixinhos. Como são pequenas, não há infraestrutura, então considere-as apenas uma parada.

5 dias: mais ilhas ou Praia Secreta

Tem a sorte de passar cinco dias em Angra? Então, você pode voltar ao tópico anterior e visitar mais uma das ilhas da lista. Não quer ter que pegar escuna e tudo o mais? Portanto, visite a Praia Secreta.

Rodeada por pedras e uma vegetação muito preservada, esta é uma praia mais tranquila e que precisa ser acessada por trilha, perfeita para finalizar seu roteiro. Há um bar no local para você tomar os últimos drinks no paraíso.