Últimas Notícias

7 dicas para você economizar na hora da viagem

Planejar uma viagem com antecedência é uma das melhores formas de economizar. Veja como conhecer lugares incríveis com o melhor custo-benefício

Viajar é uma maneira de sair da rotina e explorar novos lugares. O Brasil é um país de dimensões continentais, com destinos que agradam os mais variados públicos. Além das viagens em território nacional, é possível cruzar fronteiras e conhecer culturas totalmente diferentes em todo o mundo.

Apesar de ser uma experiência enriquecedora, viajar nem sempre é barato ou algo acessível. A boa notícia é que existem muitas maneiras de baratear o processo. Optar por um combo de serviços é uma delas: você adquire uma combinação de diversos serviços com um preço mais atrativo.

A seguir, confira sete dicas de como economizar e comece a planejar a sua próxima viagem.

1. Planeje com antecedência

Planejar a viagem antecipadamente significa ter tempo para comparar os preços, montar um roteiro interessante, monitorar as passagens aéreas e a cotação de moedas estrangeiras e pesquisar muito sobre os destinos.

A passagem aérea e a hospedagem comprometem boa parte do orçamento, então vale investir em monitoramento de preços. A pesquisa também é fundamental no planejamento porque permite descobrir informações essenciais, como destinos baratos e qual é a melhor época para viajar para determinada região.

2. Escolha um destino barato

Assim como na moda, o turismo também tem suas tendências. Em algumas temporadas alguns destinos são mais disputados que outros e os preços sobem consideravelmente.

Sabendo disso, invista na etapa de pesquisa citada no tópico anterior para atualizar-se sobre quais destinos estão em alta e procurar opções com bom custo-benefício. Assim, você consegue escolher um local com preço mais atrativo, sem abrir mão de uma experiência enriquecedora.

3. Procure pacotes promocionais

Os pacotes promocionais são grandes aliados dos viajantes. Eles possibilitam experiências paradisíacas a um preço que cabe no bolso e não pesa no fim do mês. Por isso, vale acompanhar as redes sociais de agências de viagens, hotéis e resorts para manter-se atualizado de todos os pacotes promocionais.

Entretanto, é importante estar atento a alguns fatores. O preço atrativo muitas vezes significa falta de flexibilidade, ou seja, valores não reembolsáveis ou datas improváveis. Então, lembre-se de ler todas as condições e entender quais são os seus direitos antes de fechar um pacote promocional.

4. Viaje na baixa temporada

No Brasil, a alta temporada inclui os meses de férias escolares: dezembro, janeiro, fevereiro e julho. Isso significa que o número de pessoas que viaja nesse período é muito alto, fazendo os preços subirem. Portanto, uma boa estratégia para economizar na viagem é optar por períodos menos disputados.

Viajar na baixa temporada tem muitas vantagens, como preços mais baixos, temperaturas amenas e atrações vazias. Dessa forma, é possível explorar o destino sem encarar grandes filas e multidões de turistas, situações que, muitas vezes, atrapalham a viagem.

5. Visite atrações gratuitas

É muito comum encontrar atrações turísticas, principalmente museus, que são gratuitas ou mais baratas em um dia específico da semana. Então, vale investir um tempo em pesquisa para descobrir esse tipo de informação e montar um roteiro com excelente custo-benefício.

Outra dica valiosa é conversar com a população local sobre as atrações, perguntar quais são mais interessantes e se existe possibilidade de desconto. Afinal, a internet é uma excelente fonte de pesquisa, mas os moradores sempre têm muito a acrescentar à experiência dos turistas.

6. Hospede-se em hostel

Popularmente conhecidos como albergues, os hostels já eram comuns na Europa, mas ainda havia um certo receio com esse tipo de hospedagem na América Latina. Hoje em dia, o número de opções aumentou consideravelmente, sendo possível encontrar hostels em todo o Brasil.

De forma geral, o hostel oferece quartos coletivos, que podem ser mistos ou de apenas um gênero, e quartos individuais. Os quartos coletivos costumam ser mais baratos e ainda criam um ambiente favorável para você conhecer novas pessoas e trocar muitas experiências.

7. Controle gastos com comida

Algumas pessoas investem no planejamento e aproveitam as melhores promoções, atitudes que ajudam a diminuir o custo final da viagem. Entretanto, quando embarcam para o destino, acabam gastando muito dinheiro com alimentação e presentes.

A gastronomia é uma parte muito importante da viagem. Por isso, vale investir em restaurantes que oferecem pratos da culinária local. Entretanto, isso pode ser feito de maneira mais consciente. Você pode comer um lanche mais básico ao longo do dia e conhecer um restaurante novo no jantar, por exemplo.