Últimas Notícias

Programa capacita mulheres interessadas em ingressar no mercado de tecnologia

São Paulo 19/8/2021 – Hoje o nosso quadro de colaboradores na Softtek é formado por 27% de mulheres.

Ação é desenvolvida pela Softtek em parceria com a ONG Meu Futuro Digital e com o coletivo Ser Mulher em Tech

A presença feminina na área de tecnologia, bem como no mercado de trabalho em geral, avança a passos lentos, ainda que firmes. Representando apenas 20% dos postos na área, de acordo com dados do IBGE, esse número cai ainda mais quanto mais alta a hierarquia dentro das empresas.

As estatísticas seguem na contramão do exponente crescimento do mercado de trabalho tecnológico brasileiro, que obteve um aumento de 63% no número de vagas em TI no ano de 2020, comparado ao ano anterior de acordo com o Banco Nacional de Empregos.

Para mudar esse cenário, a Softtek, empresa global de TI, firmou uma parceria com a ONG Meu Futuro Digital e com o coletivo Ser Mulher em Tech para incentivar o ingresso de mulheres na área de tecnologia.

Mulheres em Tech

Nessa parceria, a Softtek atuará com algumas executivas de TI como mentoras de mulheres que desejam ingressar na área. As mentoradas serão selecionadas pela equipe do Ser Mulher em Tech e apresentadas para a equipe de mentoras. Após o término do período de mentoria, as jovens serão direcionadas para vagas de TI tanto da Softtek quanto de outros parceiros interessados em ampliar a participação feminina em suas empresas.

“Hoje o nosso quadro de colaboradores na Softtek é formado por 27% de mulheres. Queremos aumentar cada vez mais esse número, e sabemos que essa ação irá habilitar esse crescimento. Além disso, com a parceria, pretendemos aumentar a presença de mulheres em nossa liderança, que hoje representa 30%. Além de promover um ambiente mais diverso, vejo que a liderança feminina traz para as instituições uma visão mais ampla e completa”, comenta Ana Dividino, vice-presidente de negócios na Softtek Brasil, empresa global do setor de TI, considerada uma das maiores no setor com origem na América Latina.

Lição de casa

Para Ana Dividino, a cultura da empresa é fator determinante para que as práticas de incentivo sejam implementadas de forma efetiva. Na visão da executiva, é preciso quebrar os paradigmas, externos e internos, para estimular o empoderamento feminino profissional e potencializar as qualidades inerentes às mulheres, que certamente beneficiam os negócios.

“Além das iniciativas no macro, é possível fomentar a presença feminina no dia a dia. Na minha equipe, tenho duas mulheres contratadas na pandemia. O objetivo é aumentar ainda mais essa participação em toda a empresa. Para se ter ideia da dimensão do papel feminino por aqui, destaco a nossa CEO mundial, Blanca Treviño, profissional referência na indústria tech, eleita pela Forbes “uma das 50 mulheres mais influentes do México”, dentre outros inúmeros reconhecimentos do mercado”, completa a executiva.

Website: https://www.softtek.com/pt/