Últimas Notícias

Mercado de fusão e aquisição apresenta tendência de aceleração no Brasil

São Leopoldo, RS 25/8/2021 – É possível buscar em novos parceiros para modernização de serviços, expansão de mercado e até mesmo venda de ativos para melhorar sua estrutura de capital.

O crescimento no número de transações entre empresas no Brasil em 2021 é uma tendência de mercado e apresenta oportunidades para segmentos como o de tecnologia

Mesmo em um período em que a economia sofreu dificuldades causadas pela pandemia, o mercado de fusão e aquisição (M&A, na sigla em inglês) no Brasil está em crescimento. O ano de 2020 já bateu recordes e 2021 apresenta uma tendência de aceleração principalmente em segmentos ligados à tecnologia.

É comum em cenários de crise empresas buscarem estratégias que tragam novos ativos capazes de enfrentar a retomada de consumo e a escolha de fusões e aquisições é uma das alternativas nesse contexto. A partir dessa estratégia de negócio, é possível buscar em novos parceiros para modernização de serviços, expansão de mercado e até mesmo venda de ativos para melhorar sua estrutura de capital.

Segundo o relatório de Fusões e Aquisições da PwC Brasil, em 2020 houve um crescimento de 14% no volume de transações em comparação ao ano anterior. Se comparado com a média do mesmo período nos últimos 5 anos, esse crescimento foi de 48% em volume negociado.

 

Mudanças de hábitos de consumo

Em um cenário de crise sanitária e isolamento social, os clientes mudaram hábitos de consumo e migraram para o meio digital, demandando que as empresas tivessem que adaptar suas ofertas de produtos e serviços para esse meio.

Um dos reflexos econômicos foi o aquecimento do mercado de e-commerce. Com uma previsão de crescimento de 26% dada pela E-bit | Nielsen, quem atua nesse ambiente de negócio trabalha neste ano com uma estimativa de aumento de 16% nos pedidos e de 9% em valor médio de vendas.

 

O aquecimento do setor de tecnologia

Segundo estudo da Estudo da Alvarez e Marsal, as transações em 2020 movimentaram R$ 229 bilhões no Brasil. De janeiro a junho de 2021, já se calcula a movimentação de R$ 258 bilhões entre as operações anunciadas e concluídas. Isso representa um crescimento de 48% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

E o setor de tecnologia é um dos mais aquecidos, principalmente a partir dessa mudança de hábitos de consumo trazidos pela pandemia. Segundo a plataforma Transactional Track Record (TTRecord), ele apresenta um crescimento de 98% em relação aos seis primeiros meses de 2020, totalizando 363 transações.

Este volume alto de fusões e aquisições tem origem na busca por parcerias que possam se adaptar a uma demanda crescente com necessidades diferentes dentro do segmento. Um exemplo é a Ecommerce na Prática, escola do segmento de comércio eletrônico, que realizou a compra minoritária de parte da wBuy, uma plataforma de criação de loja virtual. Dentro do segmento de marketing digital, a Dreamers adquiriu uma fatia de negócio da V4 Company, empresa do Rio Grande do Sul. Nesse mesmo segmento, a Totvs anunciou a aquisição de 92% de participação na catarinense RD Station, desenvolvedora de software voltado para marketing digital.

 

O cenário favorece mudanças

A retomada econômica dá sinais positivos para mercados que se mostraram resilientes frente às dificuldades impostas pela crise sanitária, como no segmento da tecnologia. E essa adaptação favorece a aquisições e fusões entre empresas, pois o cenário econômico oferece oportunidades para  estratégias de mercado que potencializem demandas surgidas desde o início da pandemia.

 

 

Website: http://v4company.com