Últimas Notícias

Teste de alto rendimento para detecção de Covid-19 recebe autorização de uso de emergência pela agência reguladora americana

São Paulo (SP) 26/8/2021 – Os benefícios do teste de PCR em grande escala para Covid-19 não podem ser subestimados

A autorização do FDA permite que laboratórios qualificados atendam às demandas de testes de Covid-19, ao mesmo tempo em que possibilita uma economia significativa em comparação a outras tecnologias.

A LGC, empresa líder global em soluções para as ciências da vida, recebeu recentemente da FDA (Agência Federal do Departamento de Saúde norte-americano) a autorização de uso emergencial para testes de PCR em tempo real de alto rendimento para a detecção de SARS-CoV-2. Considerado um dos sistemas de teste de PCR de maior rendimento aprovado até o momento, tem capacidade para processar até 35 mil testes por dia em um único equipamento.

A autorização do FDA permite que laboratórios qualificados atendam às demandas de testes de Covid-19, ao mesmo tempo em que possibilita uma economia significativa em comparação a outras tecnologias.

“Esta ferramenta é um grande avanço na luta contra a Covid-19. Ela oferece o padrão ouro em testagem por PCR, mas de forma econômica para apoiar diagnósticos de rotina em grande escala”, explica Mark Dearden, Diretor da LGC Biosearch Technologies. “Os benefícios do teste de PCR em grande escala não podem ser subestimados. Sabemos que testes extensivos e frequentes são uma ferramenta fundamental para rastrear e gerenciar a propagação do vírus. Usada em conjunto com outros testes e distribuição contínua de vacinas, a solução da LGC pode aumentar nossa capacidade de lutar contra a pandemia”.

O sistema de teste da LGC foi construído para ser flexível e escalonável, permitindo que as organizações atendam às necessidades de teste da SARS-CoV-2 em constante mudança. A empresa está envolvida na resposta à pandemia de Covid-19 desde janeiro de 2020 e tem esse histórico comprovado de apoio à comunidade científica e de saúde com diagnósticos de doenças de saúde pública, bem como emergências, como gripe, H1N1 (gripe suína), Zika e Ebola.

“Este mesmo sistema autorizado para uso emergencial pelo FDA foi implementado também em laboratórios no Brasil e no Peru, possibilitando uma resposta mais rápida pelo ganho de escala na testagem de SARS-Cov2 nos momentos mais críticos da pandemia”, contextualiza Alexia Leite, diretora de negócios da LGC na América Latina.

Website: https://www.lgcstandards.com/BR/pt/