Últimas Notícias

Imóveis sustentáveis viram tendência em 2021

Balneário Perequê, em Porto Belo, SC 8/9/2021 –

Previsão é de que setor de construção de imóveis verdes deve gerar mais de 6,5 milhões de empregos até 2030.

Recente pesquisa publicada pela Brain Inteligência Estratégica apontou as principais tendências do comportamento dos consumidores frente ao mercado imobiliário. Entre as questões abordadas, destaque para a sustentabilidade: 80% dos entrevistados que buscam um empreendimento para morar têm a questão do meio ambiente entre as prioridades. Para eles, é indispensável o imóvel ter sacada e áreas verdes no quintal ou no entorno.

O estudo se torna ainda mais relevante neste momento em que o país volta a discutir a necessidade e novos meios de economia de energia elétrica para evitar uma crise hídrica e o desmatamento da Amazônia. Investir em empreendimentos verdes demonstra a preocupação com o mundo – de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o setor de construção de imóveis sustentáveis deve gerar mais de 6,5 milhões de empregos até 2030. O Brasil já está entre os cinco países que investem em construções verdes no mundo.

Ao mesmo tempo, a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias registra a retomada das vendas de imóveis de médio e alto padrão – de acordo com dados de fevereiro, março e abril de 2021 divulgados em julho, a alta foi de 45% na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior e segue em tendência de alta, apesar de a economia apresentar resultados abaixo do esperado pelos especialistas – nesta quarta-feira (1º de setembro), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados sobre a pesquisa do PIB, que apresentou variação negativa de 0,1%. Projeções da Reuters esperavam alta de 0,2%.

Para Paulo Henrique Zanon, head de projetos na Phaz Empreendimentos, construtora de Santa Catarina, o comportamento do novo consumidor tem influenciado diversos setores da economia, principalmente o imobiliário. “Há muito tempo estamos percebendo esta modificação. Hoje as pessoas estão mais preocupadas com o futuro, meio ambiente e qualidade de vida. Para que a arquitetura atual possa seguir em alinhamento com essa demanda, conforto, bem-estar, eficiência e sustentabilidade se tornaram os novos sinônimos para empreendimentos modernos e contemporâneos. A Phaz, por exemplo, tem trazido isso para os seus empreendimentos, como é o caso do Blue Forest”, comenta.

Além disso, para incentivar a arquitetura sustentável, o USGBC (Conselho de Green Building dos EUA) criou em 1993 uma certificação chamada LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). O selo vem mudando a forma como os empreendimentos são projetados, porque busca trazer melhoramentos na forma de viver, junto da sustentabilidade e da harmonia com a natureza.

Zanon conta que o empreendimento Blue Forest, pensado em conjunto com a Consultoria Petinelli, conquistou o certificado LEED neste ano. “Este será o primeiro edifício residencial certificado Santa Catarina, mas queremos ser inspiração para vários outros empreendimentos aqui na região, pois a sustentabilidade não deve ser apenas uma tendência, pensar no futuro e em como cuidamos do mundo faz parte do agora”, finaliza o head de projetos.

Website: https://phacz.com.br/