Últimas Notícias

Norte de Minas – AMMESF propõe solução para modernização e mais economia na iluminação pública

Norte de Minas – AMMESF propõe solução para modernização e mais economia na iluminação pública

Norte de Minas – Mecanismo importante para as políticas públicas prioritárias das cidades, como a segurança e mobilidade urbana, a iluminação pública pode gerar um grande impacto ambiental no seu descarte constante e o alto consumo de energia, onerando os cofres públicos.

Norte de Minas - AMMESF propõe solução para modernização e mais economia na iluminação pública
Norte de Minas – AMMESF propõe solução para modernização e mais economia na iluminação pública Hebert Vinicius

 

Dentro deste contexto, a Associação dos Municípios do Médio São Francisco (AMMESF) identificou na iluminação pública a forte necessidade de viabilizar para os municípios afiliados, a modernização dos seus ativos e a implementação de novos processos de qualidade e monitoramento.

Foi finalizado pela AMMESF, na última semana, o Processo Licitatório para a contratação de empresa especializada para a elaboração de projetos, em favor de mais eficiência energética no sistema de iluminação pública dos municípios associados. Nesta contratação são previstas também a execução de obras e serviços de reformas, substituições, instalações de equipamentos e demais serviços e operações, relacionadas ao edital publicado.

Esta será uma oportunidade para os municípios, de inovação tecnológica dos seus parques energéticos e da atualização efetiva dos seus cadastros e dados da conta de energia, com a transparência devida. “Atualmente, existe um desconforto para as gestões municipais, com o grande desperdício de dinheiro público, e esta modernização do sistema de iluminação pública vem para solucionar isso. A substituição do parque de Iluminação deverá ser realizada nos Municípios aderentes no prazo máximo de 120 dias. Será proporcionada a economia de, pelo menos, 60% para os cofres públicos, com a redução no consumo e ainda sem a necessidade de manutenções”. Detalhou o presidente da AMMESF, Pedro Braga.