Últimas Notícias

É possível fortalecer o assoalho pélvico?

Saiba mais sobre essa musculatura e como mantê-la saudável.

O assoalho pélvico é uma estrutura formada por músculos e ligamentos que se localizam na parte inferior do abdômen. Assim como os músculos dos braços e das pernas, o assoalho pélvico também demanda cuidados para se manter saudável e fortalecido.

A ausência de exercícios fortalecedores pode causar disfunções a longo prazo, que atingem as funções sexuais, intestinais e urinárias. A curto prazo e em último caso, o uso da fralda adulta proporciona maior qualidade de vida, evitando situações indesejadas.

Mesmo com o uso, ainda é possível fortalecer o assoalho pélvico, contribuindo para a diminuição e eliminação das disfunções. Adiante, falaremos mais sobre opções que ajudam a fortalecer essa musculatura.

Exercícios fortalecedores

A musculatura do assoalho pélvico, assim como as demais musculaturas do corpo, responde positivamente aos estímulos gerados pelos exercícios físicos. A maior dificuldade para encontrar o exercício correto é a falta de informação e conhecimento de maneira geral, além dos tabus que ainda cercam o tema e as disfunções ligadas ao assoalho pélvico.

Para estimular a musculatura do assoalho pélvico, não é preciso ir à academia. É possível seguir uma rotina de treinos em casa, alternando os exercícios indicados para essa área. Alguns exercícios conhecidos, como os agachamentos e a prancha, podem ajudar, mas é sempre recomendável procurar um profissional que indique os exercícios mais adequados para cada situação.

Fisioterapia

A fisioterapia é uma boa opção para quem busca assistência contínua durante a execução dos exercícios fortalecedores. Esse profissional conseguirá apontar quais são os exercícios mais adequados e como deve ser a execução perfeita de cada movimento, potencializando os resultados.

Independentemente da escolha do profissional, é importante conversar com o seu fisioterapeuta sobre essa musculatura e a pretensão de fortalecê-la. Atualmente, é possível encontrar profissionais da área especializados no assoalho pélvico, indicados para quem busca uma assistência direcionada.

Acompanhamento médico

Além da fisioterapia, a assistência médica pode contribuir para quem busca fortalecer o assoalho pélvico. No caso das mulheres, é possível abordar o assunto durante as consultas ginecológicas ou, ainda, procurar um profissional especializado na área. Já os homens devem procurar diretamente o especialista.

Através da consulta médica, é possível realizar exames pélvicos que demonstram o quadro atual da musculatura do paciente. Com os resultados dos exames laboratoriais em mãos, o médico poderá indicar o método mais viável para o fortalecimento do assoalho pélvico de acordo com cada situação.

Como saber se o assoalho pélvico está fortalecido?

A consulta médica é o modo mais eficaz de responder a essa pergunta, mas é possível se atentar a alguns sinais de que o assoalho pélvico não está devidamente fortalecido. A seguir, você conhecerá os principais indicativos:

  • É normal sentir urgência para urinar após várias horas consumindo líquidos, mas se essa urgência se tornar frequente e sem motivos aparentes, pode ser um sinal de que o assoalho pélvico não está fortalecido. Uma maneira de notar a frequência urinária, é observar se o sono é atrapalhado pela urgência de urinar;
  • Baixa frequência ao evacuar também é um indicativo de que possa haver problemas no assoalho pélvico. O ideal é que a evacuação ocorra diariamente;
  • A incontinência urinária é uma disfunção que atinge principalmente os idosos, mas pode ocorrer em qualquer idade. Caso note escape de urina, mesmo durante momentos de alto esforço físico, fique atento!
  • Disfunções sexuais também podem estar ligadas ao assoalho pélvico. É importante notar mudanças perceptíveis na vida sexual, pois este pode ser um sinal de que a musculatura precisa ser fortalecida.

Ao apresentar os primeiros sinais de disfunção intestinal, urinária ou sexual, busque ajuda profissional. O assoalho pélvico pode ser fortalecido com pequenas mudanças na rotina e inserção de exercícios físicos direcionados, promovendo maior conforto e bem-estar.